Internacional Em missa que antecede conclave, cardeal decano pede que "Deus conceda papa de bom coração"

Em missa que antecede conclave, cardeal decano pede que "Deus conceda papa de bom coração"

Reunião que escolherá novo papa terá início na tarde desta terça-feira (12)

Em missa que antecede conclave, cardeal decano pede que "Deus conceda papa de bom coração"

Os cardeais eleitores e milhares de fiéis acompanharam a missa

Os cardeais eleitores e milhares de fiéis acompanharam a missa

GABRIEL BOUYS GABRIEL BOUYS / AFP

Na missa que antecede o conclave que elegerá o sucessor de Bento 16, realizada na manhã desta terça-feira (12) no Vaticano, o cardeal decano Angelo Sodano pediu que "Deus nos conceda um pontífice com um coração generoso".  

— Oremos para que o Senhor nos conceda um pontífice que desenvolva com um coração generoso a luminosa missão de presidir a caridade.  

Sodano também incentivou os cardeais a "colaborar para edificar a unidade da Igreja" e a "cooperar com o sucessor de Pedro".

Milhares de fiéis dos cinco continentes acompanharam a missa solene "Pro Eligendo Pontifice" na basílica de São Pedro, na presença dos 115 cardeais eleitores que escolherão, em isolamento total, o novo papa.   

Nesta tarde, às 16h15, os cardeais se reunirão para uma oração e depois devem seguir para a Capela Sistina.

Conclave começa hoje. Conheça os cinco brasileiros que escolherão o próximo papa

Bento 16 ficou em estado de choque após ser eleito papa em 2005

A clausura total começará após o grito de "Extra omnes" (Todos fora!), momento em que as pessoas alheias ao conclave deixarão o local e as portas da capela serão fechadas, deixando apenas os cardeais.

Os religiosos prestam juramento de silêncio sobre tudo o que será falado durante o conclave. A partir deste momento, a única indicação que o resto do mundo terá sobre o que acontece no conclave será a fumaça que sairá da chaminé situada à direita da Basílica de São Pedro.

Quando um candidato alcançar os 77 votos necessários para ser eleito e aceitar assumir a responsabilidade, a fumaça será branca e estará acompanhada pelo som dos sinos de São Pedro, seguido pelo restante das igrejas de Roma.

Os cardeais votarão quatro vezes por dia a partir de quarta-feira, mas podem decidir organizar uma primeira votação na tarde desta terça-feira, como aconteceu no último conclave, há quase oito anos.