Equipes resgatam 25 baleias encalhadas no litoral da Austrália

Cientistas do governo disseram que cerca de 90 de um grupo de 270 baleias morreram desde que foram avistadas na segunda-feira

Área na Tasmânia é um dos pontos mais críticos de encalhe de baleias

Área na Tasmânia é um dos pontos mais críticos de encalhe de baleias

AAP Image/The Advocate Pool, Brodie Weeding via Reuters

Equipes de resgate libertaram nesta terça-feira (22) cerca de 25 baleias que ficaram isoladas em um banco de areia na remota costa oeste da Tasmânia em um dos piores eventos de encalhe da Austrália, e esperam salvar mais nos próximos dias.

Cientistas do governo disseram que cerca de 90 de um grupo de 270 baleias morreram desde que foram avistadas na segunda-feira.

As imagens mostraram um grande número de animais deitados em um amplo banco de areia no porto de Macquarie, cerca de 200 km a noroeste da capital do estado, Hobart, enquanto outros se debatiam em águas ligeiramente mais profundas.

Leia também: Cientistas colocam 30 câmeras em baleias que vivem na Antártida

As equipes de resgate tiveram que entrar na água gelada para prender as baleias, que crescem até 7 m de comprimento e pode pesar até 3 toneladas, e, em seguida, guiar os animais enquanto os barcos os arrastavam para mais fundo na água.

"Nós decidimos por um método em que colocamos uma tipoia sob a baleia, que é presa a um barco [e] também temos uma tripulação na água", disse Nic Deka, gerente regional do Serviço de Parques e Vida Selvagem da Tasmânia, em entrevista coletiva.

Mais de 60 pessoas estão envolvidas no esforço de resgate, incluindo pescadores locais e voluntários. Eles usavam roupas de mergulho e trabalhavam em turnos para evitar hipotermia.

(Reportagem de Byron Kaye)