Rússia x Ucrânia

Internacional Estados Unidos ordenam a retirada de quase todos os soldados que mantinham na Ucrânia

Estados Unidos ordenam a retirada de quase todos os soldados que mantinham na Ucrânia

Secretário americano da Defesa, Lloyd Austin, decidiu transferir 160 oficiais da Guarda Nacional da Flórida

AFP
Embaixada dos EUA em Kiev ordenou a saída de seu pessoal não essencial

Embaixada dos EUA em Kiev ordenou a saída de seu pessoal não essencial

Andrei Pungovschi/AFP - 11.2.2022

Os Estados Unidos ordenaram a retirada de quase todos os soldados que mantinham na Ucrânia para "reposicioná-los em outros lugares da Europa", anunciou o porta-voz do Pentágono, John Kirby, neste sábado (12).

O secretário americano da Defesa, Lloyd Austin, decidiu transferir 160 soldados da Guarda Nacional da Flórida "que assessoravam e treinavam as forças ucranianas", disse o comunicado, no momento em que Washington fala da possibilidade iminente de uma invasão russa.

"Esse reposicionamento não constitui uma mudança em nossa determinação de apoiar as forças ucranianas, mas dará flexibilidade para tranquilizar nossos aliados e evitar qualquer agressão", acrescentou Kirby.

Desde 2015, os reservistas da Guarda Nacional dos Estados Unidos se revezam para treinar o Exército ucraniano junto com os soldados de outros países da Otan, principalmente canadenses e alemães.

No início deste sábado, a embaixada dos EUA em Kiev ordenou a saída de seu pessoal não essencial. Vários países europeus recomendaram a seus cidadãos que deixem a Ucrânia.

Últimas