Rússia x Ucrânia

Internacional EUA anunciam plano para agilizar chegada de refugiados da Ucrânia

EUA anunciam plano para agilizar chegada de refugiados da Ucrânia

O pedido para aderir ao programa do governo americano estará disponível, pela internet, a partir da próxima segunda-feira (25)

Agência EFE
Os Estados Unidos vão abrigar até 100 mil refugiados ucranianos

Os Estados Unidos vão abrigar até 100 mil refugiados ucranianos

Miguel Gutiérrez/EFE

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira (21) um plano para agilizar a chegada de refugiados procedentes da Ucrânia e avançar no compromisso firmado pelo presidente americano Joe Biden de acolher até 100 mil pessoas que tentam se distanciar da invasão russa.

Em uma conversa por telefone com jornalistas, funcionários do alto escalão da Casa Branca explicaram que o plano, batizado de Unidos pela Ucrânia, permitirá que cidadãos, empresas e organizações dos EUA "patrocinem" ucranianos que desejam ser acolhidos pelo país.

Segundo as fontes do governo, o elevado número de cidadãos procedentes da antiga república soviética que têm vínculos familiares ou amigos nos Estados Unidos significa que o programa beneficiará grande parte dos que pedem asilo.

O processo de solicitação para aderir ao mecanismo do governo americano estará disponível a partir da próxima segunda-feira (25), pela internet. 

Biden também anunciou um novo pacote de assistência militar à Ucrânia, no valor de US$ 800 milhões (R$ 3,71 bilhões), que tem como objetivo reforçar a resistência na antiga república soviética diante da invasão russa.

Últimas