Guerra Israel x Hamas

Internacional Exército de Israel diz que realiza operação 'seletiva' dentro do maior hospital da Faixa de Gaza

Exército de Israel diz que realiza operação 'seletiva' dentro do maior hospital da Faixa de Gaza

Forças israelenses garantem que grupo terrorista esconde uma posição de comando dentro do Al-Shifa

AFP
Pacientes aguardam tratamento no Hospital Al-Shifa

Pacientes aguardam tratamento no Hospital Al-Shifa

AFP - 10/11/2023

O Exército de Israel anunciou na primeira hora desta quarta-feira (15, noite de terça em Brasília) que estava realizando uma operação "seletiva" dentro do Hospital Al-Shifa, o mais importante da Faixa de Gaza, onde garante que o grupo terrorista palestino Hamas esconde uma posição de comando.

"Com base na informação de inteligência e na necessidade operacional, as Forças de Defesa de Israel realizam uma operação seletiva e de precisão contra o Hamas em um setor específico do Hospital Al-Shifa", afirmou o Exército em comunicado.

Na terça-feira, a Casa Branca afirmou que o Hamas e a Jihad Islâmica têm um centro de comando no subsolo do Hospital Al-Shifa, apoiando assim a justificativa de Israel para concentrar suas ações militares nessas instalações.

Segundo John Kirby, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, os grupos terroristas "usam alguns hospitais na Faixa de Gaza, incluindo o Hospital Al-Shifa, como uma maneira de esconder e apoiar suas operações militares e manter os reféns". "Eles têm túneis debaixo desses hospitais", acrescentou.

O Hamas negou as acusações dos Estados Unidos. Em nota, o grupo afirmou que a acusação incitará Israel a "cometer mais massacres", com o objetivo de "destruir o sistema de saúde de Gaza e deslocar os palestinos".

A pressão aumenta sobre Israel em relação ao cerco militar ao redor do Al-Shifa, onde os médicos afirmam que pacientes e civis estão presos em condições terríveis. O Escritório da ONU para Assuntos Humanitários (Ocha, na sigla em inglês) estima que há pelo menos 2.300 pessoas bloqueadas, enquanto os recursos se esgotam.

Últimas