Internacional Filipinas: sobe para 45 o número de mortos em queda de avião militar

Filipinas: sobe para 45 o número de mortos em queda de avião militar

Outras pessoas ficaram feridas e ainda há 5 desaparecidos. Acidente ocorreu durante aterrissagem em pista e houve incêndio

  • Internacional | Do R7, com informações da AFP

Sobe para 45 o número de mortos em queda de avião militar nas Filipinas

Sobe para 45 o número de mortos em queda de avião militar nas Filipinas

Handout / Joint Task Force-Sulu / AFP /04.07.2021

Subiu para 45 número de mortos na queda de um avião militar neste domingo (4) nas Filipinas, sendo que 42 são militares. Segundo as Forças Armadas, três civis também morreram no acidente. Outras dezenas de pessoas estão feridas. Na aeronave estavam 92 pessoas a bordo: 85 seriam passageiros, 5 tripulantes e 2 pilotos. Cinco continuam desaparecidas.

De acordo com a agência AFP, o acidente aconteceu perto de uma pedreira quando um avião Hércules C-130, de quatro propulsores, tentou aterrissar na ilha de Joló, província de Sulu, e pegou fogo. Uma extensa coluna de fumaça preta foi avistada na região, que é pouco povoada.

"Enquanto transportava nossas tropas de Cagayan de Oro, saiu da pista de aterrissagem, tentando recuperar a potência, mas não conseguiu. Os socorristas estão no local, estamos rezando para que possam salvar mais vidas", disse o general Cirilito Sobejana em entrevista.

Ainda segundo a agência AFP, muitos dos passageiros do avião tinham terminado recentemente a graduação básica militar e estavam sendo levados para uma força-tarefa conjunta que luta contra grupos armados de maioria muçulmana.

Alguns soldados foram vistos saltando do avião antes do impacto em terra e do incêndio, segundo o general William Gonzales. "É um dia triste, mas temos que manter a esperança", disse o comandante em comunicado.

Este já é considerado um dos acidentes mais mortíferos da aviação militar da história do país. As causas serão investigadas, afirmou o tenente-coronel Maynard Mariano, porta-voz da Força Aérea: "Agora estamos dedicados às tarefas de resgate".

Aeronaves

Os aviões C-130 são utilizados para transportar militares e suprimentos e também para prestar ajuda humanitária em casos de desastres.

O senador Richard Gordon afirmou que este é o quarto acidente com avião militar neste ano com mortes: "Estamos comprando aviões defeituosos com o dinheiro do povo?", questionou no Twitter.

No mês passado, um helicóptero Black Hawk caiu durante um voo noturno de treinamento, provocando a morte de seis pessoas.

Em nota, o ministro da Defesa do Brasil, Walter Souza Braga Netto, lamentou o ocorrido. "É com tristeza e pesar que tomei conhecimento que a aeronave militar filipina sofreu grave acidente na tentativa de pousar na Ilha de Joló deixando dezenas de militares mortos e feridos. Presto as minhas condolências às Forças Armadas Filipinas pela inestimável perda e, em especial, aos familiares e amigos dos militares vitimados no cumprimento do dever", escreveu. 

Últimas