Internacional Fortes chuvas na Venezuela deixam pelo menos 20 mortos

Fortes chuvas na Venezuela deixam pelo menos 20 mortos

Enxurradas causaram destruição e mortes na pequena cidade de Tovar, no oeste do país; duas das vítimas eram crianças

Agência EFE

Reprodução

Um total de 20 pessoas — incluindo duas crianças — morreram no estado de Mérida, no oeste da Venezuela, devido às fortes chuvas registradas nas últimas horas, informou nesta terça-feira (24) o governador do estado, Ramón Guevara.

Veja também: Pesca a vela e bicitáxi: Venezuela enfrenta escassez de gasolina

"Neste momento podemos falar de 12 mortes em consequência desta chuva torrencial na cidade de Tovar, que é a capital da zona que chamamos de Mocotíes, e de duas crianças que morreram no município de Pinto Salina de Santa Cruz de Mora", relatou o governador em uma mídia local. Também foram registradas mortes em Antonio Pinto Salinas e Santos Marquina.

Guevara afirmou que "o fornecimento de energia elétrica também foi interrompido, com resultado da água ter chegado aos transformadores, e isso paralisou os serviços de eletricidade e telefonia".

O governador, que especificou que o "rio Mocotíes transbordou seu curso normal e entrou nas ruas principais da cidade de Tovar", disse Ramón Guevara, lembrando que a área permanece isolada.

Em um vídeo compartilhado no Twitter pela opositora Olivia Lozano, alguns veículos são vistos sendo arrastados pela água e pela terra.

Enquanto isso, o Instituto Nacional de Meteorologia e Hidrologia (Inameh) informou que as chuvas devem continuar nesta terça em grande parte da Venezuela.

Últimas