Internacional Governo da Bélgica proíbe TikTok nos dispositivos oficiais

Governo da Bélgica proíbe TikTok nos dispositivos oficiais

Dúvidas sobre privacidade de dados fizeram diversos governos europeus tomarem mesma medida

AFP
Resumindo a Notícia
  • Bélgica decidiu banir TikTok de telefones oficiais e de funcionários públicos.

  • Decisão é por conta de suspeita de vazamento de dados e falta de segurança aos usuários.

  • País é último do continente a tomar decisão, governos e potências vizinhas fizeram o mesmo.

  • TikTok garante que medidas não seriam mais necessárias pois fez reforma na plataforma.

A ByteDance, empresa matriz do TikTok, está sob rigorosa vigilância nos países ocidentais

A ByteDance, empresa matriz do TikTok, está sob rigorosa vigilância nos países ocidentais

Pexels

O primeiro-ministro da Bélgica, Alexander de Croo, anunciou nesta sexta-feira (10) que seu governo decidiu proibir o TikTok dos telefones oficiais e dos funcionários públicos. A medida, a princípio, tem validade de seis meses.

Desta forma, a Bélgica se tornou o último governo europeu a adotar medidas restritivas contra o aplicativo, graças às dúvidas sobre o cuidado com a privacidade dos dados do usuário.

Ao anunciar a ação contra a rede social de vídeos, De Croo pediu para que "não sejamos ingênuos: o TikTok é uma empresa chinesa, que é obrigada a cooperar com os serviços de inteligência chineses. É a realidade".

A decisão do governo belga, no entanto, não afeta os celulares particulares dos empregados públicos ou legisladores.

O Conselho Europeu - que representa os países da União Europeia - e a Comissão Europeia, braço Executivo da UE, instruíram seus empregados a removerem o aplicativo dos dispositivos profissionais.

A ByteDance, empresa matriz do TikTok, está sob rigorosa vigilância nos países ocidentais devido a suspeitas de autoridades chinesas conseguirem ter acesso aos dados dos usuários.

O governo dos Estados Unidos vetou o aplicativo de seus dispositivos do governo, e alguns legisladores americanos tentam proibir o TikTok no país inteiro.

A empresa admitiu em novembro que parte dos empregados na China poderiam acessar os dados de usuários europeus.

O TikTok lançou, no entanto, um grande esforço para conter as preocupações e mostrar que fez reformas para garantir a privacidade de seus usuários.

Conheça Khaby Lame, fenômeno do TikTok apontado como novo empresário de Luva de Pedreiro

Últimas