Internacional Governo da Venezuela ordena prisão de idosa que gravou vídeo humorístico citando chavistas

Governo da Venezuela ordena prisão de idosa que gravou vídeo humorístico citando chavistas

Olga Lucila Mata de Gil foi detida por 'incitação ao ódio'; ela brincou com o nome de apoiadores do regime de Maduro enquanto cozinhava

  • Internacional | Do R7

Idosa de 72 anos e filho foram presos pelo governo da Venezuela

Idosa de 72 anos e filho foram presos pelo governo da Venezuela

Reprodução Twitter/Tiar Venezuela

O governo da Venezuela ordenou a prisão de uma idosa após ela citar apoiadores do chavismo e do presidente Nicolás Maduro em um vídeo de humor. Olga Lucila Mata de Gil, de 72 anos, foi acusada de "promover ou instigar o ódio" por meio da gravação, que foi postada no TikTok.

No vídeo, Olga está preparando uma arepa (pão tradicional em parte da América Latina), e uma voz ao fundo questiona o que há com ela.

A idosa responde citando o nome de apoiadores do governo e de figuras históricas do chavismo, como Tarek William Saab, Diosdado Cabello, Iris Varela e Cilia Flores, além de Maduro e Hugo Chávez.

Após a publicação do vídeo, o procurador-geral de Maduro, Saab, anunciou no Twitter a prisão de Olga e de seu filho, Florencio Gil Mata, com jurisdição em caso relacionado a terrorismo, segundo o portal Infobae.

Ainda de acordo com o procurador, Olga e Florencio "instigaram o assassinato de figuras públicas" durante o vídeo em que a idosa cozinha um pão.

Na rede social TikTok, Olga tem 157 mil seguidores e 764,4 mil curtidas. O vídeo mais famoso da idosa tem mais de 4 milhões de visualizações.

Últimas