Internacional Guiné registra 1º caso de doença causada pelo vírus de Marburgo

Guiné registra 1º caso de doença causada pelo vírus de Marburgo

Doença que causa febre hemorrágica foi detectada em um paciente que morreu após se contaminar no sul do país

AFP
A Guiné lidou recentemente com um surto de ebola

A Guiné lidou recentemente com um surto de ebola

Reprodução Twitter

A Guiné registrou o primeiro caso da doença provocada pelo vírus de Marburgo, altamente infeccioso e que provoca febre hemorrágica, anunciou nesta segunda-feira (9) a Organização Mundial de Saúde (OMS). O caso também é o primeiro registrado no oeste da África.

Leia também: OMS declara o fim da segunda epidemia de ebola na Guiné

A OMS considera alta a ameaça nos níveis nacional e regional, e baixa no nível internacional. "A doença provocada pelo vírus de Marburgo, que pertence à mesma família responsável pelo ebola, foi detectada menos de dois meses depois de a Guiné ter declarado o fim da epidemia de ebola, que começou no início do ano", destacou o escritório regional da OMS em um comunicado.

O governo da Guiné confirmou o registro do vírus. "A investigação sobre o caso, iniciada em 4 de agosto, não mostrou casos suspeitos de febre de Marburgo. Mas foram identificados 155 contatos, que são acompanhados diariamente", assinalou.

O caso foi detectado na prefeitura de Guéckédou, sul do país. Trata-se de um homem que morreu no último dia 2 e cujos sintomas remontam a 25 de julho, segundo a OMS. Amostras colhidas da vítima e analisadas em laboratório em Guéckédou, assim como no Laboratório Nacional da febre hemorrágica, confirmaram o vírus, bem como análises complementares feitas pelo Instituto Pasteur do Senegal.

O paciente foi atendido em uma clínica de Koundou, Guéckédou, para onde foi enviada uma equipe médica a fim de estudar o agravamento dos sintomas.

O diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou no Twitter para a necessidade de "um esforço conjunto visando a evitar a transmissão e proteger as comunidades".

Uma primeira equipe de 10 especialistas da OMS, incluindo epidemiologistas e socioantropólogos, está no local para apoiar as autoridades nacionais de saúde. A vigilância transfronteiriça foi reforçada, para detectar eventuais casos e os países vizinhos estão em alerta.

Doença se origina em morcegos

A doença do vírus de Marburgo é transmitida ao homem por morcegos frugívoros e se espalha em humanos pelo contato direto com fluidos corporais de pessoas infectadas, ou com superfícies e materiais, de acordo com a OMS.

A doença começa repentinamente com febre forte e fortes dores de cabeça. As taxas de mortalidade variaram de 24% a 88% em epidemias anteriores, dependendo da cepa viral e do atendimento dos casos, acrescentou.

A prefeitura de Guéckédou é a mesma onde foi declarada recentemente a epidemia de Ebola, e onde os primeiros casos desse vírus foram detectados no oeste da África, entre 2014 e 2016.

Últimas