Homem que detonou bombas em Nova York pega prisão perpétua

Ele foi considerado culpado pela colocação de duas bombas no bairro de Chelsea, uma das quais explodiu causando  ferimentos em 30 pessoas

Homem que detonou bombas em Nova York pega prisão perpétua

Vítima afirmou que Rahimi (foto) não demonstrou remorso

Vítima afirmou que Rahimi (foto) não demonstrou remorso

Reuters

O afegão naturalizado americano, Ahmad Khan Rahimi, de 30 anos, foi condenado à prisão perpétua, nesta terça-feira (13), por ter colocado bombas no bairro de Chelsea, em Nova York, em 2016.

Em outubro último ele já havia sido considerado culpado por júri de um tribunal federal de Nova York, em um julgamento que incluía oito acusações, entre as quais usou de armas de destruição em massa e colocação de bombas em locais públicos.

Rahimi, que morava em Nova Jersey, foi considerado culpado pela colocação de duas bombas na região, uma das quais explodiu causando  ferimentos em 30 pessoas. A outra foi localizada antes de explodir.

Os promotores de Nova York haviam indicado em documentos judiciais que Rahimi não mostrava remorso pelo que havia feito e que tentou radicalizar outros prisioneiros, aos quais distribuiu propaganda terrorista, incluindo leituras de Osama bin Laden.

Rahimi sentou-se em uma sala de tribunal repleta de espectadores, incluindo algumas das pessoas feridas, como Tsitsi Merritt, que se mostrou indignada com o que considerou uma postura indiferente do agressor.

— Eu pensei que hoje eu iria obter justiça ou alguma maneira de sentir alívio, mas o agressor não sentiu remorso. Ele falou sobre si mesmo e nem se importou conosco. Achei que provavelmente seria um dia para nós, mas não senti assim.

O juiz distrital dos Estados Unidos, Richard Berman, disse que Rahimi não ofereceu nenhuma explicação para o seu comportamento, o que garantiria uma diminuição da pena.

Forte explosão deixa feridos em Nova York

Já o promotor federal Geoffrey S. Berman, do distrito sul de Nova York, divulgou um comunicado confirmando toda a ação de Rahimi que, segundo ele, se inspirou no Daesh e na Al Qaeda, com o intuito de matar muitas pessoas.

— (A sentença e o processo) são vitórias para a cidade de Nova York e para a nação na luta contra o terror.

    Access log