Internacional Hong Kong apreende carga recorde de cocaína procedente do Brasil

Hong Kong apreende carga recorde de cocaína procedente do Brasil

Mais de 110kg da droga estavam dentro de dois sistemas hidráulicos de 1,5 mil toneladas cada, que precisaram ser perfurados

  • Internacional | Da EFE

Os 110 quilos representam a maior apreensão em transporte aéreo do país

Os 110 quilos representam a maior apreensão em transporte aéreo do país

Jerome Favre / EFE - EPA - 30.6.2021

A Alfândega de Hong Kong apreendeu 110 quilos de cocaína procedentes do Brasil no aeroporto da cidade, a maior quantidade traficada por via aérea descoberta nos últimos 20 anos, com valor estimado em US$ 16,7 milhões (R$ 80,35 milhões).

Leia também: Mais de 800 pessoas são presas em operação mundial do FBI

As autoridades solicitaram radiografias para descobrir os 110 quilos de cocaína, que estavam escondidos dentro de dois sistemas hidráulicos de 1.500 quilos cada, que chegaram em um voo de mercadorias do Brasil cuja carga só foi inspecionada no dia 22.

Para chegar aos pacotes de cocaína, era necessário perfurar o metal com ferramentas especiais.

"A maneira precisa de esconder as drogas tornou isso difícil para a alfândega", reconheceu o chefe do departamento de investigação de narcóticos, Lee Kam-wing, citado pela emissora de rádio e televisão "RTHK".

O alerta foi dado porque "a remessa não continha produtos de alta tecnologia, é relativamente mais caro enviar por via aérea e a América do Sul não é um centro de fabricação de maquinário pesado", disse Cheung Tin Ho, um dos funcionários da alfândega no Aeroporto Internacional de Hong Kong. Duas pessoas foram presas por ligação com o carregamento.

Últimas