Internacional Ilha espanhola de La Palma registra 184 terremotos em 24 horas

Ilha espanhola de La Palma registra 184 terremotos em 24 horas

Tremores foram provocados pela atividade do vulcão Cumbre Vieja, que está em erupção desde o dia 19 de setembro

Agência EFE
Lava emergindo do vulcão Cumbre Vieja

Lava emergindo do vulcão Cumbre Vieja

AFP - 29.09.2021

A atividade do vulcão Cumbre Vieja, localizado na ilha de La Palma, na Espanha, provocou 184 terremotos em 24 horas, 17 tendo sido sentidos pela população, segundo divulgou nesta terça-feira (26) o Instituto Geográfico Nacional do país europeu (IGN).

O de maior magnitude a ser registrado desde ontem, aconteceu às 2h05 de terça-feira (horário de Brasília) e teve magnitude de 4,2 graus na escala Richter.

O tremor ocorreu na localidade de Villa de Mazo, onde no último sábado (23) foi observado outro de 4,9 graus, o mais intenso desde o início da erupção do Cumbre Vieja, em 19 de setembro.

Dos demais terremotos das últimas 24 horas, 80 tiveram magnitude igual ou superior a 3 graus na escala Richter, todos detectados em Fuencaliente e Villa de Mazo, onde se concentra a atividade sísmica da ilha.

Leia também: Drone faz sobrevoo na cratera do vulcão Cumbre Vieja, em La Palma

Na noite de segunda-feira (25), o vulcão sofreu uma nova ruptura no cume, que provocou transbordamento de lava e desmoronamentos. O fluxo de magma foi deslocado, principalmente, para o oeste, sobre o principal que era expelido e sobre a montanha da cidade de Todoque.

A rede geodésica de estações, instalada em La Palma, detectou uma elevação do solo de mais de 10 centímetros nas últimas 24 horas, além de uma deformação para o sul, na estação mais perto dos centros de erupção do vulcão.

Leia também: La Palma: casas pegam fogo após avanço da lava do Cumbre Vieja

Além disso, as condições meteorológicas na região estão favorecendo a melhora na qualidade do ar, inclusive permitindo a operação aeroportuária nas Ilhas Canárias.

Últimas