Internacional Inundações na Índia deixam mais de 30 mortos ou desaparecidos

Inundações na Índia deixam mais de 30 mortos ou desaparecidos

Na sexta-feira, águas arrastaram três ônibus e vários ocupantes se afogaram: chuvas inesperadas continuam neste sábado

AFP
Chuvas inesperadas atingem o sul da Índia; região tem sido castigada por mudanças climáticas

Chuvas inesperadas atingem o sul da Índia; região tem sido castigada por mudanças climáticas

EFE/EPA/JAGADEESH NV

Pelo menos 30 pessoas morreram, ou estão desaparecidas, após as inundações repentinas no sul da Índia - informou a imprensa local neste sábado (20).

Na sexta-feira (19), as águas arrastaram três ônibus no estado costeiro de Andhra Pradesh. Os socorristas removeram vários corpos destes veículos, relataram jornais indianos. De acordo com o portal The NewsMinute, pelo menos 18 pessoas ainda estão desaparecidas. 

Nos últimos anos, o sul da Índia foi afetado por fenômenos meteorológicos extremos, cada vez mais imprevisíveis, devido à mudança climática e acentuados pelo desmatamento, pela construção de barragens e pelo acelerado crescimento urbano, dizem especialistas. 

Desde outubro, dezenas de pessoas morreram em inundações e deslizamentos de terra causados por chuvas fortes. Para este sábado, os meteorologistas anunciaram fortes chuvas em várias regiões do sul.

Devido às tempestades, as autoridades do estado de Kerala proibiram, na sexta-feira, o acesso ao templo de Sabarimala. Este local é um dos santuários mais importantes do hinduísmo e destino de uma peregrinação anual que começou na semana passada.

Além disso, o aumento no volume das águas do rio Pamba, considerado sagrado, levou as autoridades a proibirem os fiéis de se aproximarem dele por um dia inteiro, informou o jornal Hindustan Times neste sábado.

Últimas