Guerra Israel x Hamas

Internacional Israel dará armas a civis para defesa de cidades

Israel dará armas a civis para defesa de cidades

Serão 347 novas unidades, que estarão compostas de 13,2 mil civis voluntários nas fileiras da polícia

AFP
Israel está em guerra contra o grupo Hamas desde 7 de outubro

Israel está em guerra contra o grupo Hamas desde 7 de outubro

Daniel Leal / AFP - 16.10.2023

A polícia israelense anunciou, nesta segunda-feira (16), que começará a armar civis para acelerar a resposta em caso de ataque ou situação de crise nas cidades do país, no décimo dia da guerra entre Israel e o movimento islamita palestino Hamas. O chefe da polícia, Kobi Shabtai, e o ministro de Segurança Nacional, Itamar Ben Gvir, "decidiram ampliar as unidades de participantes de urgência sob o patrocínio da polícia em todas as cidades", segundo um comunicado comum.

As "347 novas unidades" estarão compostas de "13,2 mil civis voluntários nas fileiras da polícia, que serão recrutados e receberão um fuzil e equipamentos de proteção", diz a nota.

Há anos, as localidades nas fronteiras de Israel dispõem desse tipo de unidade, composta de veteranos do Exército que recebem armas, formação e atuam, em caso de ataques e situações de emergência, de maneira coordenada com o Exército e a polícia.

Israel está em guerra desde que o Hamas lançou, em 7 de outubro, um ataque sem precedentes contra localidades israelenses próximas da fronteira com a Faixa de Gaza, controlada pelo movimento islamita. Mais de 1.400 pessoas, a maioria civis, morreram no ataque do Hamas.

Os bombardeios do Exército israelense lançados em represália contra a Faixa de Gaza deixaram pelo menos 2.750 mortos, a maioria civis e, entre eles, centenas de crianças, segundo as autoridades locais.

Veja também: Imagens do conflito entre Israel e Hamas

Últimas