Guerra Israel x Hamas

Internacional Israel eleva alerta de viagem em meio à tensão por guerra contra os terroristas do Hamas

Israel eleva alerta de viagem em meio à tensão por guerra contra os terroristas do Hamas

Países como o Brasil foram colocados pelas autoridades no nível 2 de ameaça, com uma recomendação de extrema cautela

Agência EFE
Aviões na pista do Aeroporto Ben Gurion, perto de Tel Aviv

Aviões na pista do Aeroporto Ben Gurion, perto de Tel Aviv

Ronen Zvulun/Foto de arquivo/Reuters - 10/3/2020

O Conselho de Segurança Nacional de Israel elevou nesta segunda-feira (4) o alerta de viagens a cidadãos do país depois de identificar "esforços crescentes do Irã, de grupos jihadistas e do Hamas para prejudicar alvos israelenses ou judeus" no contexto da guerra em curso contra o grupo terrorista palestino na Faixa de Gaza.

"O nível de ameaça para [viagens para] muitos países da Europa Ocidental (incluindo Reino Unido, França e Alemanha), América do Sul (incluindo Brasil e Argentina), assim como Austrália e Rússia, foi elevado para o nível 2, com uma recomendação de extrema cautela", informou em comunicado o conselho.

"O nível de ameaça para os países da África (incluindo África do Sul e Eritreia) e Ásia Central (incluindo Uzbequistão, Cazaquistão, Quirguistão e Turcomenistão) foi elevado para o nível 3, com a recomendação de reconsiderar viagens não essenciais a esses locais", acrescenta o texto.

Segundo o conselho, houve "aumento dos esforços do Irã e de seus representantes, incluindo o Hamas e as facções da Jihad Global, para atacar alvos israelenses e judeus em todo o mundo, e há um aumento constante e significativo de incitação, tentativas de ataques e manifestações de antissemitismo em muitos países".

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

"O Conselho de Segurança reitera e ressalta sua recomendação de ponderar a essencialidade da viagem neste momento, e os cidadãos israelenses que viajam para o exterior estão sendo aconselhados a escolher seus destinos com sabedoria, tomando as medidas de precaução recomendadas onde quer que estejam", afirmou.

O conselho israelense também enfatizou a necessidade de "adiar viagens a países para os quais foram emitidos avisos e, em particular, os árabes e do Oriente Médio, do norte do Cáucaso, países que fazem fronteira com o Irã e vários outros muçulmanos na Ásia".

O órgão aconselhou os cidadãos a verificarem "se houve protestos e violência anti-Israel no país de destino, inclusive para os quais foram emitidos avisos de viagem".

O Conselho Nacional recomenda aos cidadãos que "evitem exibir abertamente suas identidades israelenses, além de ficar longe de manifestações e protestos, mantendo-se vigilantes no exterior".

Últimas