Internacional Juiz ordena que menina de 10 anos que matou mulher nos EUA siga sob custódia

Juiz ordena que menina de 10 anos que matou mulher nos EUA siga sob custódia

Garota atirou duas vezes contra vítima, que estava brigando com a mãe da menor; responsável pela jovem também foi presa

Agência EFE

Resumindo a Notícia

  • Juiz do estado da Flórida decidiu que menina de 10 anos continue detida até segunda ordem
  • Garota é suspeita de ter atirado duas vezes contra mulher que brigava com sua mãe
  • Menina pegou arma que estava na bolsa da própria mãe
  • Segundo testemunhas, garota teria dito à vítima que ela não deveria ter batido em sua mãe
Lashun Rodgers foi baleada pelo menos duas vezes por menina de 10 anos

Lashun Rodgers foi baleada pelo menos duas vezes por menina de 10 anos

Reprodução/Fox News

A menina de 10 anos que foi presa na terça-feira (8) pelo assassinato a tiros de uma mulher que brigava com sua mãe em Orlando, na Flórida, Estados Unidos, deverá permanecer sob custódia até que seja definido como será tratado seu caso, segundo determinou um juiz nesta quarta-feira (9).

A menina, que foi presa e acusada de assassinato em segundo grau, está sob custódia no Centro de Justiça Juvenil do condado de Orange, onde ocorreu o incidente.

Na audiência, o pai da menina, Dewan Dennis, pediu ao juiz Michael Murphy que permitisse à filha aguardar o julgamento em casa com uma tornozeleira eletrônica e sob supervisão da família, segundo informou o jornal Orlando Sentinel.

No entanto, o juiz não acatou o pedido e decidiu que a menor deve ficar detida até que o Ministério Público decida se fará uma denúncia formal contra ela.

A procuradora estadual nos condados de Osceola e Orange, Monique Worrell, disse em um comunicado que, ao tomar essa decisão, o Ministério Público considerará "todos os fatos", incluindo a idade da menina e "as circunstâncias que a cercam".

"Quaisquer acusações que nós apresentarmos, se houver, garantirão que ela receba as intervenções necessárias para lidar com seu comportamento, ajudá-la a mudar e crescer e garantir a segurança do público no futuro", destacou a procuradora.

Testemunhas do ocorrido informaram às autoridades que a mãe da menor, Lakrisha Isaac, e a vítima, Lashun Rodgers, estavam discutindo intensamente no último dia 30 de maio em uma localidade de Orlando.

Minutos depois, Rodgers parou de discutir e começou a se afastar quando a garota puxou a arma da bolsa que sua mãe havia lhe dado mais cedo e atirou duas vezes na mulher.

"Você não deveria ter batido na minha mãe", disse a menina, de acordo com testemunhas do incidente. Isaac, a mãe da garota, também foi presa e responderá pelas acusações de homicídio culposo agravado com arma de fogo e negligência infantil, entre outras.

Últimas