Internacional Kremlin diz que irá cooperar em investigação sobre ex-agente

Kremlin diz que irá cooperar em investigação sobre ex-agente

Sobre a especulação da mídia britânica de que a Rússia teria envenenado Skripal, o porta-voz do Kremlin respondeu que "não demorou muito"

Espião Russo

Moscou irá cooperar nas investigações sobre ex-agente

Moscou irá cooperar nas investigações sobre ex-agente

RTR/via Reuters TV - 9.8.2006

O Kremlin disse nesta terça-feira (6) estar pronto para cooperar se o Reino Unido pedir ajuda para investigar um incidente envolvendo um ex-agente duplo russo que foi hospitalizado após ser exposto a uma substância desconhecida.

Sergei Skripal, ex-coronel do Departamento Central de Inteligência russo, está internado em estado grave, após ter sido exposto a uma substância ainda não identificada no sul da Inglaterra.

"Ninguém nos abordou com um pedido", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres, quando questionado se autoridades britânicas haviam buscado ajuda. "Moscou está sempre aberto a cooperar".

Quando questionado sobre a especulação da mídia britânica de que a Rússia teria envenenado Skripal, Peskov respondeu: "Não demorou muito".

Chamando o incidente de "uma situação trágica", ele disse que o Kremlin não tinha informações sobre o que aconteceu.

"Nós não temos informações sobre qual poderia ser a razão, o que essa pessoa estava fazendo e ao que isso pode estar ligado", disse Peskov.

Ele disse não saber se Skripal ainda era formalmente um cidadão russo.

Skripal foi condenado na Rússia por trair agentes para a inteligência britânica antes de ser posteriormente trocado como parte de uma permuta de espiões ao estilo da Guerra Fria em 2010, em Viena.

    Access log