Internacional McDonald's anuncia saída da Rússia em retaliação à invasão da Ucrânia

McDonald's anuncia saída da Rússia em retaliação à invasão da Ucrânia

Grupo americano tem 850 restaurantes e 62 mil funcionários no país, onde esteve presente há mais de 30 anos

AFP
McDonald's anunciou saída total da Rússia após país invadir a Ucrânia

McDonald's anunciou saída total da Rússia após país invadir a Ucrânia

Donat Sorokin/TASS

O grupo americano de fast-food McDonald's, que fechou seus estabelecimentos na Rússia no início de março, anunciou nesta segunda-feira (16) que vai abandonar o país e venderá todas as suas operações, devido à invasão da Ucrânia.

"Estamos comprometidos com nossa comunidade mundial e devemos permanecer inflexíveis em nossos valores", afirmou o CEO do grupo, Chris Kempczinski, em um comunicado da empresa.

"Respeitar nossos valores significa que não podemos manter o McDonald's na Rússia", acrescentou.

Presente na Rússia há mais de 30 anos, o McDonald's tem 850 restaurantes e 62 mil funcionários no país.

A empresa anunciou o fechamento temporário de todos os seus estabelecimentos e a suspensão de suas operações no país em 8 de março, seguindo os passos de outras multinacionais que tomaram distância de Moscou.

A Rússia, onde o McDonald's administra diretamente mais de 80% de seus restaurantes que levam seu nome, representa 9% do faturamento total da empresa e 3% de seu lucro operacional.

Últimas