Internacional Metade dos habitantes de Kiev ainda está sem eletricidade após ataques russos

Metade dos habitantes de Kiev ainda está sem eletricidade após ataques russos

Prefeito da capital ucraniana disse que empresas de energia planejam oferecer eletricidade a todos em alternância

AFP

Resumindo a Notícia

  • Temperaturas se aproximavam de 0 ºC na capital ucraniana
  • Milhões de ucranianos passaram a quinta-feira sem eletricidade, especialmente em Kiev
  • Rússia lançou ataques maciços de mísseis à infraestrutura de água e eletricidade
  • Estratégia russa foi chamada de "crime de guerra" pelos aliados ocidentais da Ucrânia
Pessoas atravessam uma rua sem eletricidade em Kiev

Pessoas atravessam uma rua sem eletricidade em Kiev

Valentyn Ogirenko/Reuters - 23.11.2022

Metade dos habitantes da capital ucraniana, Kiev, ainda está sem eletricidade nesta sexta-feira (25), dois dias após os bombardeios russos contra infraestruturas estratégicas, informou o prefeito da cidade, Vitali Klitschko.

"Especialistas continuam restaurando (o sistema de energia) na capital. Metade dos consumidores ainda está sem eletricidade", escreveu Klitschko no Telegram.

"Ao longo do dia, as empresas de energia planejam conectar a eletricidade a todos os consumidores em alternância", disse ele, à medida que as temperaturas se aproximavam de 0 ºC com a chuva.

O presidente do conselho de administração da operadora nacional de eletricidade, Ukrenergo, Volodimir Kudriski, considerou que o sistema energético ucraniano "passou pelo momento mais difícil" após ataque da Rússia.

"Todas as regiões estão sendo restauradas, o sistema energético está novamente conectado ao sistema de energia da União Europeia", disse ele no Facebook.

Milhões de ucranianos passaram a quinta-feira sem eletricidade, especialmente em Kiev, após ataques maciços de mísseis russos à infraestrutura de água e eletricidade.

Essa estratégia russa foi chamada de "crime de guerra" pelos aliados ocidentais da Ucrânia.

Ucrânia quer oferecer cenários de guerra como destinos turísticos

Últimas