Internacional Mortes no Líbano passam de 150 e hospitais estão em situação crítica

Mortes no Líbano passam de 150 e hospitais estão em situação crítica

País, que já tinha um sistema de saúde frágil, está lidando com pacientes feridos e infectados pela covid-19. Explosão destruiu 500 leitos 

  • Internacional | Do R7

Explosão no Líbano sobrecarregou hospitais

Explosão no Líbano sobrecarregou hospitais

Mohamed Azakir/Reuters - 5.8.2020

As mortes pela explosão em um porto de Beirute, capital do Líbano, na terça-feira (4) já deixaram mais de 150 mortos e milhares de feridos. A situação em si já teria abalado o frágil sistema de saúde do Líbano, mas com a pandemia do novo coronavírus ainda presente no país e nas alas de emergência dos hospitais, o momento é crítico.

Os hospitais do Líbano estão lotados e com baixos recursos para cuidar de todos os pacientes. Segundo a Al Jazeera, as agências das Nações Unidas estão tentando salvar e cuidar dos feridos como podem no momento.

A explosão destruiu prédios a quarteirões de distância do porto, e isso incluiu hospitais na linha de impacto. Pelo menos 500 leitos foram perdidos, segundo a OMS. Contêineres com equipamentos destinados ao combate ao coronavírus foram destruídos.

Segundo a UNICEF, cerca de 100 mil crianças tiveram suas casas destruídas e estão desalojadas no Beirute, enquanto 120 escolas, com 55 mil alunos, foram danificadas.

Veja mais: Fotos impressionantes da explosão registram a tragédia em Beirute

Últimas