MSC Cruzeiros estende paralisação das operações até julho

A companhia compensará os clientes afetados com um voucher que poderá ser usado para qualquer destino até o final de 2021

A companhia entregará um vale adicional de 100 a 400 euros para os gastos a bordo

A companhia entregará um vale adicional de 100 a 400 euros para os gastos a bordo

Ana Luísa Vieira/R7

A MSC Cruzeiros prorrogou até o dia 10 de junho a suspensão dos itinerários previstos mundialmente devido à pandemia de covid-19, explicou a empresa suíça em comunicado divulgado nesta quarta-feira (29).

A companhia compensará os clientes afetados com um voucher que poderá ser usado para qualquer destino até o final de 2021 e entregará um vale adicional de 100 a 400 euros para os gastos a bordo, dependendo da duração inicial da viagem.

Quem comprou uma viagem entre 11 de julho e 30 de setembro de 2020, diretamente ou através de agências de viagem, poderá reprogramar o itinerário escolhendo qualquer data de partida antes de 31 de dezembro de 2021.

Os passageiros e agentes de viagem poderão alterar as reservas a partir de hoje, sem custo adicional. Anteriormente, a MSC Cruzeiros havia anunciado a suspensão das operações globais até 29 de maio.