Rússia x Ucrânia

Internacional 'Não ouçam as mentiras da Rússia, ouçam o choro ucraniano', diz embaixador da Ucrânia na ONU

'Não ouçam as mentiras da Rússia, ouçam o choro ucraniano', diz embaixador da Ucrânia na ONU

Sergiy Kyslytsya rebateu nas Nações Unidas afirmações do embaixador russo

  • Internacional | Do R7

Sergiy Kyslytsya, embaixador da Ucrânia na ONU, nesta segunda, na sede das Nações Unidas (NY)

Sergiy Kyslytsya, embaixador da Ucrânia na ONU, nesta segunda, na sede das Nações Unidas (NY)

ANGELA WEISS/AFP - 28.2.2022

Durante a 11ª Reunião Emergencial Especial da Assembleia-Geral da ONU, que acontece nesta segunda-feira (28), em Nova York, Sergiy Kyslytsya, embaixador ucraniano nas Nações Unidas, deu uma declaração dura. Ele disse: “Não ouçam as mentiras da Rússia, ouçam o choro dos ucranianos. Por favor, nos ajudem”.

Essa frase foi dita por Kyslytsya momentos após o embaixador russo na ONU, Vasily Nebenzya, afirmar que a Ucrânia é responsável pela guerra e que a Rússia apenas reage à agressão do país vizinho.

A Assembleia-Geral da ONU se reuniu hoje para novamente discutir o conflito na Ucrânia. Representantes de vários países, incluindo o Brasil, se manifestaram sobre o tema. Ronaldo Costa Filho, embaixador brasileiro nas Nações Unidas, disse em sua fala que “ainda há tempo de parar a guerra. Este é um momento decisivo para a ONU e para o mundo”. Segundo ele, “não há justificativa para o uso de força contra a soberania de um estado-membro da ONU”.

Últimas