Internacional Navalny recorre à justiça russa contra pena de prisão

Navalny recorre à justiça russa contra pena de prisão

Advogados do principal opositor de Vladimir Putin entraram com recurso contra pena de 3 anos e meio de cadeia

  • Internacional | Da EFE

Navalny compareceu a um tribunal de Moscou nesta sexta-feira

Navalny compareceu a um tribunal de Moscou nesta sexta-feira

Divulgação via EFE - EPA - 12.2.2021

Os advogados do líder opositor russo, Alexei Navalny, recorreram nesta sexta-feira (12) contra a pena de três anos e meio de prisão imposta no dia 2 de fevereiro por um antigo caso de fraude e lavagem de dinheiro.

Leia também: Protestos na Rússia terminam com mais de 4 mil presos

O Tribunal de Moscou tramitará o recurso em 20 de fevereiro, de acordo com Vadim Kobzev, advogado do líder da oposição, que considerou a decisão ilegal.

Caso de 2014

Navalny foi condenado por não se apresentar às autoridades durante o ano de 2020, como determinava a pena suspensa de três anos e meio que recebeu em 2014 por fraude comercial envolvendo a empresa Yves Rocher Vostok.

Em 2014, Navalny e o irmão Oleg foram condenados em um caso de fraude e lavagem de dinheiro, acusados de roubar 26,7 milhões de rublos da empresa de cosméticos, entre outros crimes.

Os advogados argumentaram que Navalny não violou sua obrigação, uma vez que os serviços penitenciários tinham ilegalmente prolongado por um ano, até o final de 2020, o período de liberdade condicional.

Além disso, Navalni reclamou que durante vários meses não pôde comparecer perante as autoridades prisionais porque estava na Alemanha, primeiro em coma e depois se reabilitando de um envenenamento com o agente Novichok, do qual acusa os serviços secretos russos.

Navalny, que terá de cumprir menos de dois anos e oito meses de prisão, uma vez que já estava há dez meses em prisão domiciliar e agora está sob custódia, acusou o presidente russo, Vladimir Putin, de ordenar o seu assassinato e a posterior acusação.

Últimas