Guerra Israel x Hamas

Internacional Netanyahu diz que visitou Gaza e promete 'intensificar' combates contra terroristas do Hamas

Netanyahu diz que visitou Gaza e promete 'intensificar' combates contra terroristas do Hamas

'Será uma guerra longa, que não está perto do fim', declarou Netanyahu, segundo um comunicado de seu partido, o Likud

AFP
'Vamos intensificar os combates nos próximos dias', disse o premiê israelense

'Vamos intensificar os combates nos próximos dias', disse o premiê israelense

MENAHEM KAHANA/POOL/AFP - 17.12.2023

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou que visitou Gaza nesta segunda-feira (25) e prometeu "intensificar" os combates no território palestino contra o grupo terrorista Hamas.

"Acabo de retornar de Gaza. Não vamos parar. Continuamos lutando e vamos intensificar os combates nos próximos dias. Será uma guerra longa, que não está perto do fim", declarou Netanyahu, segundo um comunicado de seu partido, o Likud.

No domingo, o Exército de Israel manteve os bombardeios à Faixa de Gaza. Em Belém, na Cisjordânia ocupada, a prefeitura suspendeu a maioria das festividades, e as ruas, que costumam ficar lotadas nesta época, estavam quase desertas.

O conflito eclodiu há 80 dias, em 7 de outubro, depois que terroristas do Hamas lançaram um ataque-surpresa contra Israel, que deixou cerca de 1.140 mortos, na maioria civis. Os comandos do movimento também sequestraram cerca de 240 pessoas, das quais 129 permanecem cativas em Gaza, de acordo com as autoridades israelenses.

Em resposta, Israel prometeu “aniquilar” o Hamas e lançou uma ofensiva terrestre e aérea que deixou 20.424 mortos em Gaza, segundo o movimento islâmico que governa sozinho esse território palestino desde 2007.

Israel desmantela fábrica do terror onde o Hamas montava foguetes na Faixa de Gaza

Últimas