Internacional Obama chora ao lamentar "crime abominável" em escola dos EUA

Obama chora ao lamentar "crime abominável" em escola dos EUA

Atirador matou 26 pessoas, incluindo a mãe e 20 crianças

Obama chora ao lamentar "crime abominável" em escola dos EUA

Barack Obama chora durante discurso na Casa Branca

Barack Obama chora durante discurso na Casa Branca

Larry Downing/Reuters

O presidente americano, Barack Obama, foi às lágrimas e precisou de esforços para se recompor ao afirmar, nesta sexta-feira (14), que sente uma "tristeza profunda" pelos mortos no massacre em uma escola fundamental de Connecticut, onde 27 pessoas morreram, sendo 20 delas crianças.

Obama classificou o  crime como "abominável", enquanto prometeu adotar ações "significativas" para deter tragédias envolvendo armas de fogo.

— A maioria daqueles que morreram hoje eram crianças, lindas criancinhas com idades entre cinco e dez anos.

Fotos do tiroteio que deixou dezenas de mortos em Newtown

Atiradores assustaram o mundo nos últimos anos

Alunos de sala inteira estão desaparecidos

Em discurso na Casa Branca, o presidente norte-americano disse: "Tinham a vida toda pela frente, aniversários, formaturas, casamentos, filhos seus".

Obama também afirmou que hoje sua mulher e ele farão o mesmo que os demais pais americanos, "abraçar" suas filhas.

20 crianças mortas

A polícia recebeu o aviso do tiroteio pouco após as aulas começarem, por volta das 9h30 locais (12h30 de Brasília).

Vários alunos foram levados para o estacionamento do centro educacional por seus professores, entre gritos e choros.

A Prefeitura de Newtown decretou o fechamento de todos os colégios da região.

Newtown, com uma população de cerca de 27 mil pessoas, fica no condado de Fairfield, no norte do Estado, cerca de 70 km a sudoeste de Hartford e 130 km a nordeste de Nova York.

O número de 27 mortes faz deste um dos piores massacres dos EUA.

A maior chacina em uma instituição de ensino norte-americana aconteceu em abril de 2007, na Universidade Virginia Tech, quando 32 pessoas foram mortas e várias ficaram feridas.

Os Estados Unidos já tiveram uma série de tiroteios em locais públicos este ano. Mais recentemente, um atirador abriu fogo em um shopping center do Oregon, matando duas pessoas, e depois se suicidou, na terça-feira.

O pior ataque ocorreu em julho, em uma sessão da meia-noite de um filme do Batman, no Colorado, onde 12 pessoas morreram.

Quer ficar bem informado? Leia mais

O que acontece no mundo passa por aqui