Polícia do Vaticano interrompe festa com orgia gay e drogas na casa de secretário de assessor do papa

Caso teria acontecido no final do mês de junho, segundo o jornal italiano Il Fatto Quotidiano

O organizador da festa seria Luigi Capozzi (foto), de 50 anos
O organizador da festa seria Luigi Capozzi (foto), de 50 anos Reprodução/eldiariony.com

A polícia do Vaticano teria invadido uma festa com orgia gay e drogas na casa de um padre ligado a um dos principais assessores do papa Francisco, de acordo com informações do jornal italiano Il Fatto Quotidiano.

O caso aconteceu no final do mês de junho, após a polícia receber reclamações dos vizinhos.

Ainda de acordo com a publicação italiana, o local do incidente pertence à Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano.

Hospital do Vaticano priorizou lucro e prejudicou tratamento infantil, diz agência

Cardeal George Pell: quem é o número 3 do Vaticano indiciado na Austrália por abusos sexuais

O organizador da festa seria Luigi Capozzi, de 50 anos, assessor do Cardeal Franceso Coccopalmerio, o presidente do Conselho Pontífice de Textos Legislativos.

Capozzi foi preso após passar por uma desintoxicação. E, agora, papa quer acelerar a aposentadoria de Coccopalmerio.

A imprensa local diz que a Igreja está enfurecida com o ocorrido.