Internacional Polícia grega faz operação em estação ferroviária após acidente que deixou 57 mortos

Polícia grega faz operação em estação ferroviária após acidente que deixou 57 mortos

Trem com com 352 pessoas estava no mesmo trilho que um trem de carga que vinha no sentido contrário

AFP
Polícia faz operação na estação de Lárissa, na Grécia, após acidente que matou 57 pessoas

Polícia faz operação na estação de Lárissa, na Grécia, após acidente que matou 57 pessoas

Alexandros Avramidis/Reuters - 03/02/2023

A estação ferroviária de Lárissa, na Grécia, foi alvo de uma operação da polícia nesta sexta-feira (3) no âmbito da investigação sobre as causas da colisão entre dois trens que aconteceu na terça-feira à noite.

"A operação segue em curso e é parte da investigação. A polícia apreendeu todos os documentos que podem ajudar na investigação", disse um porta-voz da força de segurança.

O acidente, na linha que liga Atenas a Tessalônica (norte), deixou 57 mortos e foi atribuído a uma falha do diretor da estação de Lárissa, a cidade mais próxima da tragédia.

Uma fonte judicial afirmou à AFP que as investigações pretendem determinar responsabilidades criminais, "se necessário", de integrantes da diretoria da Hellenic Train Company, a companhia ferroviária grega, que pertence à empresa pública italiana Ferrovie Dello Stato Italiano (FS).

O governo da Grécia fez um 'mea culpa' na quinta-feira (2) pelas deficiências "crônicas" da rede ferroviária.

A justiça tenta compreender por que um trem com 342 passageiros e 10 trabalhadores foi autorizado a seguir no mesmo trilho que um trem de carga.

Últimas