Internacional Putin afirma que Rússia não vai receber refugiados afegãos

Putin afirma que Rússia não vai receber refugiados afegãos

Presidente russo critica ideia de enviar o que chamou de refugiados disfarçados sem visto para países vizinhos da Ásia Central

Putin não quer que militantes tratados como refugiados entrem na Rússia

Putin não quer que militantes tratados como refugiados entrem na Rússia

EFE/EPA/MIKHAIL VOSKRESENSKIY

O presidente Vladimir Putin rejeitou neste domingo (22) a ideia do envio de pessoas em fuga do Afeganistão para países próximos à Rússia, dizendo que não queria "militantes aparecendo aqui como se fossem refugiados", informaram agências de notícias russas.

Leia mais: Haqqani: conheça terroristas com papel importante no governo Talibã

Putin criticou a ideia de alguns países ocidentais de realocar refugiados do Afeganistão para os países vizinhos da Ásia Central enquanto seus vistos para os Estados Unidos e Europa estão sendo processados.

"Isso significa que eles podem ser enviados sem visto para esses países, para nossos vizinhos, enquanto eles próprios (o Ocidente) não querem levá-los sem visto?", afirmou a agência de notícias TASS citando Putin. "Por que existe uma abordagem tão humilhante para resolver o problema?", disse ele.

Os Estados Unidos mantiveram conversações secretas com vários países em uma tentativa desesperada de garantir acordos para abrigar temporariamente afegãos em risco que trabalharam para o governo dos EUA, informou a Reuters na semana passada.

Putin disse que a Rússia, que permite viagens sem visto para residentes de ex-países soviéticos da Ásia Central, opõe-se a isso. "Não queremos militantes aparecendo aqui como se fossem refugiados", disse o presidente russo, segundo a TASS.

Últimas