Rússia x Ucrânia

Internacional Quase metade da rede elétrica da Ucrânia permanece fora de operação

Quase metade da rede elétrica da Ucrânia permanece fora de operação

 Rússia realizou uma campanha de ataques contra instalações do setor de energia a poucas semanas do início do inverno

AFP
Ucranianos enfrentam a falta de energia elétrica após ataque russos contra a infraestrutura do país

Ucranianos enfrentam a falta de energia elétrica após ataque russos contra a infraestrutura do país

YURIY DYACHYSHYN / AFP

Quase metade da rede de energia elétrica da Ucrânia permanece fora de serviço nesta quinta-feira (1º), uma semana depois dos últimos bombardeios russos contra infraestruturas do setor – informou a operadora DTEK, que destacou os esforços dos funcionários para concluir os reparos.

"A Rússia destruiu 40% do sistema de energia ucraniano com ataques terroristas com mísseis. Dezenas de trabalhadores (do setor) de energia morreram, ou ficaram feridos", afirmou a DTEK no Telegram.

Depois de sofrer várias derrotas militares, a Rússia iniciou em outubro uma campanha de ataques contra instalações do setor de energia da Ucrânia, o que provocou graves danos e deixou milhões de residências sem energia elétrica, a poucas semanas do início do inverno.

Em 24 de novembro, os últimos bombardeios contra estes alvos deixaram regiões inteiras do país no escuro e frio, incluindo a capital nacional, Kiev.

"Os engenheiros fazem o possível e o impossível para estabilizar a situação no que diz respeito ao fornecimento de energia", acrescentou a DTEK.

As equipes técnicas trabalham "dia e noite" para reparar de maneira rápida as infraestruturas, completou.

A operadora privada também indicou que trabalha para levar "energia elétrica para cada casa de Kiev ao menos uma, ou duas vezes" por dia.

Para ter um pouco de luz, ou de calor, durante os múltiplos cortes de energia elétrica diários, os ucranianos recorrem a sistemas alternativos, como velas, ou geradores.

Mas isto já provocou alguns incêndios fatais.

Na quarta-feira (30), as equipes de emergência informaram que registraram nove mortes e oito feridos em incêndios domésticos.

Últimas