Responsáveis vão pagar por explosão, diz Premiê do Líbano

Hassan Diab disse que o armazém com produtos perigosos existe desde 2014, mas afirmou também que não irá adiantar informações da investigação

Hassan Diab disse que o armazém com produtos perigosos existe desde 2014

Hassan Diab disse que o armazém com produtos perigosos existe desde 2014

Tele Liban Pool/ Reuters/ 04.08.2020

O primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, disse que os responsáveis ​​pela explosão em um armazém "perigoso" na área portuária de Beirute, que abalou vários pontos da capital libanesa, vão pagar o preço.

"Eu prometo a você que essa catástrofe não irá passar sem responsabilização. Os responsáveis ​​pagarão o preço", disse ele em um discurso televisionado.

Leia mais: 'Sensação foi de tsunami', diz brasileira após explosão em Beirute

"Os fatos sobre esse armazém perigoso, que existe desde 2014, serão anunciados e eu não irei antecipar as investigações", acrescentou.

Veja como ficou a cidade de Beirute após a explosão