Rússia x Ucrânia

Internacional Rússia anuncia cessar-fogo para retirar civis de fábrica em Mariupol

Rússia anuncia cessar-fogo para retirar civis de fábrica em Mariupol

Corredor humanitário será aberto durante três dias, das 8h às 18h, a partir da próxima quinta-feira (5)

  • Internacional | Do R7, com informações da AFP

Usina de Azovstal, lar da resistência ucraniana, está sendo duramente atacada pelos russos

Usina de Azovstal, lar da resistência ucraniana, está sendo duramente atacada pelos russos

Andrey Borodulin/AFP - 29.4.2022

A Rússia anunciou nesta quarta-feira (4) um cessar-fogo na siderúrgica de Azovstal, na cidade de Mariupol, e a abertura de um corredor humanitário para civis por três dias a partir desta quinta-feira (5).

O Ministério da Defesa declarou que "das 8h às 18h (horário de Moscou) nos dias 5, 6 e 7 de maio um corredor humanitário será aberto no território da usina metalúrgica Azovstal para retirar civis".

O comunicado é divulgado junto aos pedidos do presidente ucraniano, Volodmir Zelenski, que apelou ao secretário-geral da ONU, António Guterres, para "salvar" os feridos bloqueados  em Azovstal, onde se entrincheiraram os últimos resistentes à invasão russa de Mariupol junto a dezenas de civis.

"As pessoas que se encontram no local correm risco de vida. Pedimos que nos ajude a salvá-las", disse Zelenski a Guterres por telefone, destacando a necessidade de "ajudar a retirar todos os feridos de Azovstal", disse a Presidência ucraniana.

Zelenski afirmou que a retirada de quase cem civis de Azovstal nesta semana, com a ajuda da ONU e da Cruz Vermelha, mostrou ao mundo que "as organizações internacionais podem ser eficazes" e pediu sua continuação.

Na semana passada, Guterres visitou Moscou e Kiev, abrindo o caminho para as evacuações da guerra que começou quando a Rússia invadiu a Ucrânia, em 24 de fevereiro.

Últimas