Internacional Rússia e EUA mantêm negociações de troca de prisioneiros; acordo pode incluir atleta Brittney Griner

Rússia e EUA mantêm negociações de troca de prisioneiros; acordo pode incluir atleta Brittney Griner

Conversas ainda não tiveram um resultado concreto, e chefes de diplomacia vão discutir o assunto 'nos próximos dias'

AFP

Resumindo a Notícia

  • Diplomacia dos EUA pretende libertar dois americanos detidos na Rússia
  • Griner está sendo julgada após ser presa por posse de maconha ao chegar a Moscou
  • Além dela, EUA pretende libertar Paul Whelan, que cumpre pena na Rússia por espionagem
  • Viktor Bout, famoso traficante de armas russo, cumpre pena nos EUA e deve entrar no acordo
Jogadora de basquete Brittney Griner é escoltada antes de audiência nos arredores de Moscou

Jogadora de basquete Brittney Griner é escoltada antes de audiência nos arredores de Moscou

Evgenia Novozhenina/Reuters - 27.07.2022

A Rússia confirmou nesta quinta-feira (28) que mantém negociações com os Estados Unidos para uma troca de prisioneiros, mas garantiu que ainda não houve acordo.

As negociações "são realizadas pelas autoridades competentes. Ainda não se chegou a um resultado concreto", disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, em comunicado. De acordo com Zakharova, os presidentes Joe Biden e Vladimir Putin, "na época", ordenaram negociações para a troca de prisioneiros, um tópico que surge regularmente desde a cúpula de junho de 2021, em Genebra.

O chefe da diplomacia dos EUA, Antony Blinken, anunciou na quarta-feira que falará "nos próximos dias" com seu homólogo russo, Serguei Lavrov, para discutir uma oferta "substancial" americana com o objetivo de libertar dois americanos detidos na Rússia.

De acordo com vários meios de comunicação dos EUA, a troca proposta seria de Viktor Bout por Brittney Griner, jogadora de basquete que foi presa em fevereiro por posse de maconha ao chegar a Moscou e atualmente está sendo julgada, e Paul Whelan, que está cumprindo uma pena de 16 anos de prisão na Rússia por espionagem.

Viktor Bout, conhecido traficante de armas russo, foi preso na Tailândia em 2008 e cumpre pena de 25 anos de prisão nos Estados Unidos. Apelidado de "Mercador da Morte", ele inspirou o filme O Senhor da Guerra, estrelado por Nicolas Cage, no papel de um cínico traficante de armas.

Várias trocas de prisioneiros ocorreram no passado. Em abril, o ex-fuzileiro naval americano Trevor Reed, condenado a nove anos de prisão na Rússia por violência que ele mesmo nega, foi trocado pelo piloto russo Konstantin Yaroshenko, preso nos Estados Unidos desde 2010 por tráfico de drogas com as Farc colombianas.

Últimas