Terremoto de 6,5 graus atinge a Turquia e deixa ao menos 21 mortos

Epicentro do tremor foi no sudeste do país, e derrubou prédios e casas na província de Elazig; governo acredita que pode haver vítimas nos escombros

Prédios vieram abaixo com o terremoto em Elazig, no leste da Turquia

Prédios vieram abaixo com o terremoto em Elazig, no leste da Turquia

Ihlas News Agency (IHA) via Reuters / 24.1.2020

Um terremoto de 6,5 graus na escala Richter sacudiu nesta sexta-feira (24) o sudeste da Turquia e deixou ao menos 21 mortos, número que deve subir nas próximas horas, e dezenas de feridos, além de ter derrubado ao menos dez edifícios.

O tremor ocorreu por volta de 15h (horário de Brasília), com epicentro na cidade de Sivrice, de cerca de 10 mil habitantes, que fica na província de Elazig, segundo a agência "Anadolu".

A agência estatal de Emergências e Desastres informou que 21 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas. Equipes de resgate seguem trabalhando para tirar sobreviventes que estão presos debaixo dos escombros de imóveis que desabaram devido ao sismo.

O ministro do Interior da Turquia, Suleyman Soylu, informou que ao menos 10 prédios desabaram e que o terremoto, sentido também no Iraque e na Síria, foi seguido de várias réplicas, a mais potente delas de 5,4 graus na escala Richter.

Prédios desabaram

Imagens divulgadas pela imprensa turca e nas redes sociais mostram rachaduras em vários imóveis da província de Elazig. Alguns internautas compartilharam vídeos de pessoas correndo em pânico para deixar suas casas e se proteger nas ruas de Sivrice.

O tempo fechado na região dificulta as operações de resgate e a avaliação dos danos. Bombeiros buscam por sobreviventes embaixo dos escombros dos prédios que caíram.

O epicentro do terremoto foi localizado a 6,75 quilômetros da superfície. O Centro Sismográfico da Turquia reduziu a intensidade do tremor, inicialmente calculada em 6,8 graus, para 6,5.