Terremoto de magnitude 6,4 deixa mais de 10 mortos na Albânia

Outras dezenas de pessoas estão desaparecidas. Epicentro do tremor, que teve profundidade de 20 km, se deu na cidade de Durrês

Ao menos 15 pessoas morreram, dezenas estão desaparecidas e mais de 600 ficaram feridas depois que um terremoto de magnitude 6,4 atingiu a Albânia nesta terça-feira (26).

A maioria das mortes aconteceu quando os prédios em que as vítimas estavam desabaram, principalmente nas cidades de Durrês, Thumana e Kurbin.

As consequências foram dramáticas, com a população em pânico, dormindo em seus carros ou ao ar livre.

Epicentro do terremoto

O epicentro do tremor, que teve uma profundidade de 20 km, se deu na cidade portuária de Durrês, onde quatro pessoas morreram. Na capital do país, Tirana — que fica a 20,9 km —, vários prédios desabaram. 

Outra das vítimas morreu no distrito de Kurbin, ao pular de um prédio em um momento de pânico. Em Lezhe, um motorista morreu enquanto dirigia em uma estrada deteriorada pela tragédia. 

Imagens publicadas nas redes sociais mostram o rastro de destruição deixado pelo terremoto, já considerado o mais forte a atingir o país dos Bálcãs nas últimas décadas.