Reino Unido

Internacional Traficante posta foto do cachorro com a placa de identificação e quadrilha é presa no Reino Unido

Traficante posta foto do cachorro com a placa de identificação e quadrilha é presa no Reino Unido

Criminosos negociavam 448 quilos de droga sintética que seriam enviadas para a Austrália pelo valor de R$ 288 milhões

  • Internacional | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Polícia do Reino Unido identificou e prendeu quadrilha que pretendia vender drogas
  • Prisão foi possível pois traficante postou fotos do cachorro usando uma coleira de identificação
  • Investigadores da Agência Nacional de Crimes conseguiram interceptar imagem
  • 448 quilos da droga MDMA seriam enviados para a Austrália por cerca de R$ 288 milhões
Traficante posta foto de cachorro com coleira de identificação e polícia localiza criminoso

Traficante posta foto de cachorro com coleira de identificação e polícia localiza criminoso

Reprodução

Um traficante postou na internet fotos do cachorro de estimação usando uma coleira de identificação e a polícia do Reino Unido conseguiu identificar e prender uma quadrilha que pretendia enviar uma carga milionária de drogas para a Austrália. 

Segundo o Sky News, Danny Brown, de 52 anos, enviou fotos do cão, Bob, para o cúmplice Stefan Baldauf, de 62 anos, enquanto eles negociavam 448 quilos da droga MDMA que seriam enviados para a Austrália por 45 milhões de libras esterlinas, cerca de R$ 288 milhões.

Os investigadores da Agência Nacional de Crimes conseguiram interceptar uma foto enviada por Danny a Stefan por meio da plataforma EncroChat. A mensagem estava criptografada, recurso de segurança que dificulta o acesso do conteúdo por terceiros, mas mesmo assim as autoridades britânicas conseguiram obter o número de telefone gravado na coleira do cachorro.

Os dois criminosos cometeram outros vacilos que contribuíram para que a polícia descobrisse quem estava envolvido na negociação da milionária carga de droga. Uma foto capturou Brown no reflexo da tela de uma TV e Baldauf foi registrado em uma porta de metal que funcionou como um espelho.

Em 15 de junho de 2020, Brown e Baldauf foram presos juntos em Putney, sudoeste de Londres. Brown estava com Bob quando os policiais chegaram para efetuar a prisão.

Um ano depois, Brown foi condenado a 26 anos de prisão e Baldauf a 28 anos. Outros quatro homens que participaram das negociações da quadrilha também foram presos.

Mural pré-hispânico é redescoberto no Peru mais de um século depois

Últimas