Coreia do Norte
Internacional Tufão deixa 5 mortos e várias casas destruídas na Coreia do Norte

Tufão deixa 5 mortos e várias casas destruídas na Coreia do Norte

Ventos e tempestades ainda deixaram centenas de casas destruídas e quase 50 mil hectares de terras agrícolas danificadas, segundo mídia local

Coreia do Norte

Passagem do tufão Lingling pela Coreia do Norte causou cinco mortes

Passagem do tufão Lingling pela Coreia do Norte causou cinco mortes

REUTERS/09.09.2019

A passagem do tufão Lingling pela Coreia do Norte causou cinco mortes e deixou centenas de casas destruídas e quase 50 mil hectares de terras agrícolas danificadas, informou nesta segunda-feira (9) a mídia local.

Lingling, 13º tufão da temporada no Pacífico, atravessou o país no final do sábado, arrastando ventos de mais de 100 km/h e fortes chuvas e também deixou três feridos, disse a agência estatal norte-coreana "KCNA".

A tempestade "destruiu ou inundou" cerca de 460 casas e 15 edifícios públicos e inundou cerca de 46,2 mil hectares de terras cultiváveis, segundo a agência.O jornal "Rodong", o principal do país, explicou que representantes do partido único norte-coreano lideram os trabalhos para resolver as cortes de energia elétrica registradas nas províncias de Hwanghae do Norte e Sul e para reparar estradas, pontes e ferrovias danificadas pela tempestade.

Paechon e Chongdan, dois condados em Hwanghae do Sul, próximos à fronteira intercoreana, estão entre os mais afetados, segundo o "Rodong", que também registrou os danos registrados nas províncias de Hamgyong do Sul e Pyongan do Norte, sem fornecer detalhes específicos.

A publicação lembrou que um dia antes da chegada do tufão, o líder norte-coreano Kim Jong-un, presidiu uma reunião de emergência por conta da eminente chegada de Lingling para coordenar os preparativos com o exército a fim de diminuir os efeitos da tempestade.