Rússia x Ucrânia

Internacional Ucrânia anuncia que não conseguirá organizar retirada de civis nesta sexta-feira (22)

Ucrânia anuncia que não conseguirá organizar retirada de civis nesta sexta-feira (22)

Segundo vice-primeira-ministra ucraniana, situação nas rodovias é muito perigosa para que as rotas de fuga sejam utilizadas

AFP
Ucranianos entram em um ônibus para deixar a cidade de Mariupol

Ucranianos entram em um ônibus para deixar a cidade de Mariupol

Alexander Ermochenko/Reuters - 20.4.2022

Ucrânia anunciou que não conseguirá abrir nenhum corredor para a retirada de civis nesta sexta-feira (22), por considerar que a situação nas rodovias é muito perigosa.

"Devido à insegurança nas rodovias, não haverá corredores humanitários hoje, 22 de abril", disse a vice-primeira-ministra ucraniana, Irina Vereshchuk, em mensagem no Telegram.

"Me dirijo a todos os que estão esperando para a retirada: por favor, tenham paciência, aguentem", completou.

Na quinta-feira, três ônibus que transportavam os civis retirados do porto cercado de Mariupol chegaram a Zaporizhzhia, grande cidade do sudeste da Ucrânia.

Os ônibus transportaram mulheres e crianças através do território controlado pela Rússia após a abertura de um "corredor humanitário" para a retirada, depois de vários dias em que foi impossível utilizar a via devido aos combates.

Vereshchuk, que acompanhou a chegada dos ônibus, disse que o número de pessoas retiradas foi inferior ao previsto devido às dificuldades logísticas.

Rússia e Ucrânia trocam acusações frequentes sobre ações que prejudicam as operações de retirada de civis desde o início da invasão promovida pelas tropas russas, em 24 de fevereiro.

Últimas