Rússia x Ucrânia

Internacional Ucrânia condena dois soldados russos a 11 anos e meio de prisão por bombardeios em Kharkiv

Ucrânia condena dois soldados russos a 11 anos e meio de prisão por bombardeios em Kharkiv

Segundo agência ucraniana, militares foram declarados culpados de 'violar usos e costumes da guerra' e se arrependem dos crimes

AFP

Resumindo a Notícia

  • Soldados foram acusados de bombardear regiões com lança-mísseis múltiplos
  • Agência Interfax-Ucrânia publicou que os soldados reconheceram sua culpa
  • Na semana passada, um soldado russo foi condenado à prisão perpétua por crimes de guerra
  • Ucrânia abriu mais de 12 mil processos para investigar crimes de guerra
Área residencial destruída por um bombardeio russo em Kharkiv, na Ucrânia

Área residencial destruída por um bombardeio russo em Kharkiv, na Ucrânia

Ricardo Moraes/Reuters - 15.05.2022

Um tribunal ucraniano condenou nesta terça-feira (31) a 11 anos e meio de prisão dois soldados russos acusados de bombardear com lança-mísseis múltiplos duas localidades da região de Kharkiv, no nordeste ucraniano, nos primeiros dias da guerra.

Alexander Bobykin e Alexander Ivanov foram declarados culpados de "violar os usos e costumes da guerra" após um julgamento que começou há algumas semanas, segundo a agência Interfax-Ucrânia.

Ainda de acordo com a agência, os dois acusados "reconheceram totalmente sua culpa e declararam que estavam arrependidos".

Na semana passada, o tribunal de Kiev condenou à prisão perpétua um soldado russo de 21 anos por crimes de guerra.

De acordo com o Ministério Público ucraniano, o país abriu mais de 12 mil investigações por crimes de guerra desde 24 de fevereiro, quando começou a invasão russa.

Últimas