Minas Gerais Academias e agências de turismo podem abrir em 596 cidades de MG

Academias e agências de turismo podem abrir em 596 cidades de MG

Medida foi anunciada pelo Comitê Executivo do Governo do Estado após mudança no Minas Consciente, que incluiu os setores na "onda amarela" 

Academias podem reabrir nas cidades que constam na "onda amarela"

Academias podem reabrir nas cidades que constam na "onda amarela"

Divulgação

O Comitê Executivo de Enfrentamento à Covid-19, do Governo de Minas, determinou que os municípios que já aderiram ao programa Minas Consciente e estão na "onda amarela" podem reabrir academias e agências de turismo. As mudanças começarão a valer a partir deste sábado (22), após a publicação no Diario Oficial. 

Anteriormente, os dois setores só poderiam reabrir caso as cidades estivessem na onda verde do programa, pois eram consideradas atividades de alto risco de proliferação da covid-19. A medida foi tomada após uma analise do Comitê sobre cenário atual da pandemia em Minas, que permitiu a alteração no programa. 

Leia mais: BH avalia abertura de bares e restaurantes na hora do almoço

De acordo com o governador Romeu Zema (Novo), que a inclusão de academias na onda amarela prevê a adoção de regras rigorosas de funcionamento.

— O protocolo vai exigir, por exemplo, distanciamento mínimo entre os frequentadores, agendamento para garantir que não haja lotação superior àquela considerada segura, e também higienização bem rígida dos equipamentos, para evitar a transmissão por meio das superfícies.

Zema ainda destacou que cerca de 20% das academias do Brasil estão em Minas e apontou para a relevância da economia do setor.

— São 7 mil unidades em todo o estado, sendo que 800 delas estão em BH. Então, consideramos uma boa notícia essa possibilidade de reabertura segura.

Em Belo Horizonte, no entanto, a reabertura das academias ainda não está autorizada. Isso porque a prefeitura segue um protocolo próprio, diferente do que estabelece o programa Minas Consciente, o qual não prevê a abertura desses estabelecimentos nesta fase. 

Agências de viagens

Além das academias, agências de viagem também serão reabertas em Minas na Onda Amarela. De acordo com o Comitê, a atividade não tem alto risco de gerar aglomerações, além de serem importantes para garantir as viagens e o fortalecimento do negócio de setores como aeroportos, hotéis e pousadas. 

Segundo Zema, a abertura de agências permitirá que pessoas possam programar passeios futuros.

— Muitas pessoas já pretendem programar seus passeios, para quando eles forem possíveis, e, por isso, as agências são tão importantes.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Lucas Pavanelli 

Últimas