Agente de saúde é morta a tiros na porta de casa em Betim (MG)

De acordo com a PM (Polícia Militar), vítima teria sido seguida por suspeito até o local onde foi morta; motivação e autor do crime ainda são desconhecidos

Polícia procura pelo suspeito de matar Cristiane

Polícia procura pelo suspeito de matar Cristiane

Reprodução / Record TV Minas

Uma agente de saúde de 36 anos foi morta a tiros, na tarde desta quinta-feira (10), no bairro Vila Montese, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o tenente Rone Ribeiro, da PM (Polícia Militar), o suspeito do crime teria seguido a vítima até o portão de casa.

— Ali chegando, o suspeito efetuou os dois disparos e logo em seguida evadiu.

Cristiane Soldino trabalhava em uma unidade de saúde no bairro Vila Imbiruçu. A mulher havia acabado de sair do serviço quando foi atingida por dois disparos. A filha da agente de saúde, uma jovem de 16 anos, estava em casa aguardando a chegada da mãe

Veja mais: Suspeito confessa que matou mulher em Betim na Grande BH

O autor e a motivação do assassinato são desconhecidos. Segundo o tenente Ribeiro, uma das suspeitas é de que o crime tenha sido uma execução.

— Parentes nos relataram que havia alguns problemas de cunho financeiro.

De acordo com os policiais, não está descartado que a motivação do crime tenha sido passional.

— Parece que há aproximadamente dois meses, ela teria dado o fim em um relacionamento com um rapaz, mas não podemos afirmar que o crime de hoje foi passional.

O corpo de Cristiane Soldino foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Betim e, até esta manhã, ainda não havia sido liberado. A Polícia Civil investiga o caso.

* Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento