Minas Gerais Anastasia voou 574 vezes em aeronaves de Minas Gerais

Anastasia voou 574 vezes em aeronaves de Minas Gerais

Deslocamentos somente dentro de Belo Horizonte foram 287, cerca de metade do total registrado no relatório obtido pela reportagem 

  • Minas Gerais | Ezequiel Fagundes da Record TV Minas

Dentro de BH, foram 287 voos

Dentro de BH, foram 287 voos

Marcos Oliveira/Agência Senado - 21.11.2018

O senador Antonio Anastasia (PSDB) voou em aeronaves do Estado 574 vezes quando ele estava no cargo de governador de Minas, no período de fevereiro de 2010 a dezembro de 2013. O levantamento foi obitido pelo jornalismo da Record TV por meio da LAI (Lei de Acesso à Informação). 

Em 287 oportunidades, Anastasia trafegou pelo céu de Belo Horizonte, o equivalente a 50% do total dos deslocamentos. De 30 de julho de 2010 a nove de setembro do mesmo ano, foram registrados 31 deslocamentos de helicóptero na capital mineira.

Para o Rio de Janeiro, foram 18 viagens e uma para Macéio, em Alagoas, Aracaju, em Sergipe e Ilhéus, na Bahia, respectivamente.

Aécio Neves

Na sexta-feira dia (22), a Justiça em BH determinou o bloqueio de bens do deputado federal Aécio Neves (PSDB) no valor de R$ 11,5 milhões. Aécio é acusado pelo (MPE) Ministério Público Estadual de fazer viagens injustificadas em aeronaves do Estado quando ele era governador. A ação de improbidade administrativa e enriquecimento ilícito foi proposta depois de o jornalismo da Record TV revelar, com exclusividade, a relação dos voos do tucano.

Ao todo, o MPE identificou 1.337 viagens, sendo 116 delas para a cidade de Cláudio, onde o tucano tem fazenda e desapropriou parte de um terreno de familiares para construir um aeroporto ao custo de R$ 14 milhões para o erário. Outros 138 deslocamentos foram para o Rio de Janeiro, onde Aécio tem residência e tinha o hábito de passar os fins de semana quando era chefe do Executivo mineiro.

Pimentel

Em 20 de fevereiro, o MPC (Ministério Público de Contas) anunciou ter instaurado procedimento para apurar indícios de irregularidades nos voos do ex-governador Fernando Pimentel (PT). A iniciativa foi tomada depois de o R7 revelar que Pimentel, junto com sua mulher e o filho utilizaram  aeronaves do Estado 920 vezes, no período de janeiro de 2015 até 2018.

Conforme o levantamento, Pimentel aparece como passageiro em 771 oportunidades, enquanto Carolina Pimentel e Mathias Pimentel 140 e nove vezes, respectivamente.

Ao todo, Aécio, Anastasia e Pimentel utilizaram aviões oficiais 2.831 vezes.

Resposta

Por meio de nota, a assessoria do senador Anastasia informou que os deslocamentos nas aeronaves do Estado foram realizados "de acordo com os protocolos de segurança e regulamentados pelas normas vigentes". Leia a resposta na íntegra:

Todas as viagens do então governador Antonio Anastasia, em aeronaves ou veículos oficiais, foram realizadas de acordo com os protocolos de segurança definidos pelo Gabinete Militar, regulamentados pelas normas legais vigentes à época. Como governador de Minas, Anastasia realizou diversas reuniões, encontros e palestras dentro e fora do Estado.

Em Maceió, por exemplo, conforme agenda oficial, ele participou de reunião em encontro de governadores eleitos.

Na região de Ilhéus, foi palestrante no 4º Fórum de Governadores.

Em Aracajú, participou da reunião do XII Fórum dos Governadores do Nordeste, com a presença da então presidente da República, onde defendeu uma política social mais ousada para reduzir as desigualdades no País.

No Rio de Janeiro, da mesma forma, Anastasia participou de diversos fóruns e congressos, de encontro na Academia Nacional de Economia, de abertura do Seminário Internacional do Café, de reuniões na Light, subsidiária da Cemig.

Últimas