Minas Gerais Assembleia de Minas define membros da CPI da Cemig

Assembleia de Minas define membros da CPI da Cemig

Grupo será formado por sete deputados e terá até 120 dias para apresentar relatório sobre supostas irregularidades na companhia

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento com Célio Ribeiro*, do R7

Membros da CPI foram definidos nesta quinta (24)

Membros da CPI foram definidos nesta quinta (24)

Divulgação / Sarah Torres / ALMG

A ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais) anunciou, nesta quinta-feira (24), os deputados que farão parte da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que vai apurar possíveis irregularidades na gestão da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) durante a gestão Zema (veja a lista abaixo).

A CPI vai investigar possíveis erros na contratação de serviços sem concorrência pública, conflito de interesses e possíveis práticas “ilegais ou imorais" de diretores e funcionários da empresa”. Uma das suspeitas é de que a diretoria da Cemig estaria planejando mudar sua sede para o Estado de São Paulo para deixar de recolher o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em Minas Gerais.

No total, sete deputados farão parte da CPI e outros sete ficarão como suplentes. O grupo terá 120 dias para concluir a investigação e apresentar um relatório sobre o assunto. O prazo pode ser estendido por mais 60 dias.

A abertura da CPI foi aprovada com a assinatura de 32 parlamentares, um dia após a Record TV Minas revelar que o Ministério Público de Minas Gerais tem ao menos três investigações em andamento relacionadas a possíveis irregularidades em contratos da empresa.

Deputados titulares da CPI da Cemig:

Beatriz Cerqueira (PT)
Cássio Soares (PSD)
Hely Tarqüínio (PV)
Professor Cleiton (PSB)
Sávio Souza Cruz (MDB)
Zé Guilherme (PP)
Zé Reis (Podemos)

Deputados suplentes da CPI da Cemig:

Arnaldo Silva (Democratas)
Cristiano Silveira (PT)
Elismar Prado (Pros)
Guilherme da Cunha (Novo)
Rafael Martins (PSD)
Roberto Andrade (Avante)
Sargento Rodrigues (PTB)

Últimas