Surto de varíola do macaco

Minas Gerais BH confirma transmissão comunitária da varíola do macaco

BH confirma transmissão comunitária da varíola do macaco

Segundo a prefeitura, dos 18 casos de monkeypox do município, três são de pacientes que não têm histórico de viagem

  • Minas Gerais | João Pedro Gruppi, da Record TV Minas

Doença causa erupções na pele

Doença causa erupções na pele

Reprodução

A Prefeitura de Belo Horizonte confirmou, nesta quarta-feira (13), a transmissão comunitária da varíola do macaco na capital mineira. Conforme indica a classificação, a doença já é transmitida entre as pessoas que não têm histórico de viagem ou contato com aquelas que estiveram em outros municípios.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, foram confirmados 18 casos da doença conhecida como monkeypox na cidade. Desse total, três pacientes não têm histórico de viagem a locais com casos confirmados da doença.

Outros 15 pacientes têm histórico de viagem a São Paulo, Rio de Janeiro ou país com transmissão comprovada. Ainda segundo a secretaria, são todos pacientes do sexo masculino, com idade entre 22 e 38 anos, em boas condições clínicas.

Belo Horizonte não foi a primeira cidade brasileira a ter transmissão comunitária. O Rio de Janeiro fez a declaração em 23 de junho. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil tem 266 casos de monkeypox confirmados. Eles estão distribuídos em:

• 196 em São Paulo

• 37 no Rio de Janeiro

• 18 em Minas Gerais

• 3 no Paraná

• 3 no Rio Grande do Sul

• 3 no Ceará

• 3 no Rio Grande do Norte

• 2 em Goiás

• 1 no Distrito Federal.

"A pasta segue em articulação direta com os estados para monitoramento dos casos e rastreamento dos contatos dos pacientes", informou o Ministério da Saúde.

Veja quais são os sintomas da varíola do macaco:

Arte/R7

Confira a íntegra na nota da Prefeitura de BH:

"A Secretaria Municipal de Saúde informa que, até o momento, foram confirmados 18 casos de monkeypox no município. São todos pacientes do sexo masculino, com idade entre 22 e 38 anos, em boas condições clínicas. Do total de confirmados, 15 pacientes têm histórico de viagem a São Paulo, Rio de Janeiro ou país com transmissão comprovada. Os outros 3 pacientes não têm histórico de viagem a locais com casos confirmados da doença, o que confirma a transmissão comunitária em Belo Horizonte. Não há casos em internação hospitalar no momento. Em todas as situações, os contactantes estão sendo monitorados".

Últimas