Minas Gerais BH continuará sendo uma cidade plural, diz Kalil ao tomar posse

BH continuará sendo uma cidade plural, diz Kalil ao tomar posse

Prefeito reeleito, o vice Fuad Noman e os 41 vereadores da capital mineira foram empossados em cerimônia semipresencial

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Kalil assumiu cargo para segundo mandato

Kalil assumiu cargo para segundo mandato

Divulgação / PSD - BH

O prefeito reeleito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), foi empossado na tarde desta sexta-feira (1°) em uma cerimônia semipresencial. Aos 61 anos e com comorbidades, Kalil participou do evento de casa, por videoconferência.

Após fazer o juramento de posse, o chefe do Executivo fez um breve discurso. Ele parabenizou os vereadores eleitos e agradeceu os não eleitos pelo trabalho desempenhado. Durante a fala, Kalil destacou que sua nova gestão vai valorizar a pluralidade do município.

— Belo Horizonte é uma cidade plural, de todos. De LGBTs, cristãos, evangélicos, migrantes... E assim continuará sendo neste segundo mandato.

Kalil ainda agradeceu o desempenho da Câmara no último mandato, mesmo com "tantos problemas" enfrentados na Casa. Em agosto de 2019, o Legislativo de Belo Horizonte cassou o então vereador Cláudio Duarte (PSL). Ele foi o primeiro parlamentar retirado do cargo na cidade. Três meses depois foi a vez de Wellington Magalhães (DC).

— Eu quero dizer para todos que nada que não deu certo no último mandato, em nenhum momento foi desta Casa que tantou honrou Belo Horizonte.

Cerimônia

A cerimônia ainda deu posse ao vice-prefeito eleito, Fuad Noman (PSD), que não fez discurso e apresentou seu juramento de casa, por videoconferência. O economista de 73 anos foi secretário de Finanças da primeira gestão Kalil.

Os 41 vereadores também foram empossados. Eles participaram presencialmente na Câmara Municipal de Belo Horizonte. O juramento dos palamentares foi feito por Duda Salabert (PDT), que assume o cargo pela primeira vez com o maior número de votos da história de Belo Horizonte.

A cerimônia foi conduzida pela atual presidente da Câmara, Nely Aquino (Podemos). Após as posses, os palamentares começaram a eleição da nova mesa diretora da Casa para o biênbio 2021/2022. A votação ainda não foi concluída.

Últimas