Minas Gerais Bombeiros recebem 234 chamados de incêndio em 24 horas em MG

Bombeiros recebem 234 chamados de incêndio em 24 horas em MG

Militares do Corpo de Bombeiros de Minas, SP e do Exército combatem fogo na Serra da Mantiqueira, na divisa entre os estados

Bombeiros, brigadistas e militares do Exército combatem incêndio na Serra da Mantiqueira

Bombeiros, brigadistas e militares do Exército combatem incêndio na Serra da Mantiqueira

Reprodução/Bombeiros MG

O Corpo de Bombeiros recebeu 234 chamados relacionados a incêndios em vegetação nas últimas 24 horas. Na cidade de Marmelópolis, a 500 km de Belo Horizonte, que fica aos pés da Serra da Mantiqueira, na divisa com São Paulo, os militares atuam no combate às chamas durante todo o dia. 

Além do CBMMG (Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais) e de São Paulo, o combate ao incêndio conta com a ajuda de militares do Exército Brasileiro, guias voluntários e brigadistas. De acordo com o CBMMG, o incêndio avança em duas frentes: sentido Marinzinho e Itaguaré. 

Aeronaves de São Paulo realizam sobrevoo no local e as equipes estão sendo distribuídas em campo para a realização do combate direto às chamas.

Outros incêndios

O tempo seco e o forte calor em diversas regiões de Minas Gerais dificultam o trabalho dos Bombeiros desde o início da semana. Nos últimos dias, foram registrados focos de incêndio na Serra do Curral e no Parque da Serra do Gandarela, na região metropolitana de Belo Horizonte. 

O combate ao incêndio na Serra do Curral começou no último domingo (5) e as chamas só foram controladas no dia seguinte. O fogo chegou a atingir uma área dentro do Parque das Mangabeiras, importante cartão-postal da cidade. 

Na Serra do Gandarela, diversos focos de incêndio foram observados nesta segunda-feira (6). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo teve início na vegetação às margens da Estrada Real e as chamas teriam se alastrado rapidamente para a área da serra. De acordo com os militares, o incêndio pode ter sido criminoso. Testemunhas afirmaram que viram uma pessoa ateando fogo na vegetação próxima à rodovia e, com o tempo e a vegetação seca, as chamas se espalharam rapidamente.

Últimas