Minas Gerais Cadeirante de 73 anos morre ao ser atropelado a caminho do médico

Cadeirante de 73 anos morre ao ser atropelado a caminho do médico

Homem atravessava avenida importante de Uberlândia (MG) quando foi atingido por um carro; corpo do idoso foi arrastado por cerca de 15 metros

  • Minas Gerais | Túlio Amâncio, da TV Paranaíba

Imagem mostra idoso atravessando via em Uberlândia (MG)

Imagem mostra idoso atravessando via em Uberlândia (MG)

Reprodução / Record TV Minas

Um cadeirante de 73 anos morreu após ser atropelado na avenida Getúlio Vargas, uma das principais de Uberlândia, a 537 km de Belo Horizonte. O corpo dele foi arrastado por um carro por cerca de 15 metros.

Evandro José Ferreira morava no bairro Tubalina e estava a caminho de uma consulta médica. No local em que ele atravessou, não há faixa de pedestre. Imagens das câmeras de segurança mostram que o cadeirante chegou a aguardar alguns minutos no passeio e esperou até que alguns carros reduzissem a velocidade.

Momentos depois, ele tenta atravessar mas é atingido por um outro veículo. A motorista do carro alegou não ter visto o cadeirante já que ela havia acabado de sair de uma trincheira e, logo na sequência, deu de cara com o homem.

A Polícia Militar chegou logo após o acidente, mas o homem já estava morto. O filho da vítima,  Luis Carlos Ferreira, também é cadeirante e chegou no local do acidente momentos depois de saber da morte do pai. Abalado, ele contou que não sabe o quê fazer no futuro.

— Perdi meu irmão tem pouco tempo, agora é meu pai. Ele fazia de tudo, ia para todo lado. Não é fácil não.

 A perícia da Polícia Civil esteve presente e analisou o local do acidente. A investigação pretende agora descobrir se a mulher estava dentro da velocidade permitida da via.

Últimas