Minas Gerais Câmara de BH: Procuradoria analisa pedido de cassação de vereador

Câmara de BH: Procuradoria analisa pedido de cassação de vereador

Bim da Ambulância foi denunciado por quebra de decoro após publicar vídeo usando sanitário de mansão de luxo no RJ

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento com Célio Ribeiro*, do R7

Vereador postou vídeo usando o banheiro

Vereador postou vídeo usando o banheiro

Reprodução / Redes sociais

A Procuradoria da Câmara Municipal de Belo Horizonte analisa uma denúncia que pede a cassação do mandato do vereador Bim da Ambulância (PSD) por quebra de decoro parlamentar. A prática ocorre quando as ações de um legislador afeta a imagem da Casa.

O pedido foi feito pelo advogado Mariel Marra, no último dia 4 de maio, com base em três episódios envolvendo o vereador.

O mais recente foi a divulgação de vídeos em uma rede social, em que Bim da Ambulância aparece seminu usando o vaso sanitário do banheiro da mansão em que passou o último feriado de Dia do Trabalhador com a família, em Armação dos Búzios, no litoral do Rio de Janeiro. Sentado no sanitário, o vereador que tem 588 mil seguidores mostra os detalhes do cômodo de luxo afirmando que fez a gravação atendendo a pedido de internautas.

De acordo com a assessoria da Câmara de Belo Horizonte, a procuradoria analisa se a denúncia atende os critérios necessários para prosseguimento da investigação.

Caso o documento esteja apto, o corregedor do Legislativo, Doutor Célio Fróis (Cidadania), vai avaliar se as possíveis irregularidades podem culminar na perda do mandato de Bim da Ambulância ou na suspensão por até 60 dias e advertência. Se houver a possibilidade de cassação, caberá ao plenário decidir se abre ou não um processo para retirar o colega do cargo.

Denúncia

Na denúncia enviada à Câmara, o advogado Mariel Marra também defendeu que Bim da Ambulância prejudicou a imagem do Legislativo quando foi investigado pelo Ministério da Economia por realizar sorteio de carros pelas redes sociais.

Outro episódio destacado pelo advogado foi registrado em março deste ano, quando Bim participou de uma disputa automotiva com aglomeração. Marra avaliou as atitudes do parlamentar como "exposição desnecessária".

— Muito além de uma mera brincadeira, não é difícil verificar que esse não é o comportamento esperado de um parlamentar.

Procurado pelo R7, Bim lamentou a denúncia realizada contra ele pelo advogado que também já tentou processos de impeachment de políticos como do ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) e do ex-presidente Michel Temer (MDB). O vereador ainda defendeu que não cometeu irregularidades.

— O que a gente tem que fazer é lamentar. Eu não vou deixar de ser quem eu sou, por ninguém. Quem não gosta de como eu sou na rede social, que deixe de me seguir. Na minha rede social eu vou ser eu, não importa meu cargo ou meu poder financeiro. Jamais irei me corromper por cargo ou poder.

Viagem

Vereador ostentou luxo de mansão na internet

Vereador ostentou luxo de mansão na internet

Reprodução / Redes sociais

Durante o fim de semana que passou com a família e o colega vereador Léo Burguês (PSL) em Búzios, Bim da Ambulância usou o perfil que tem na internet para mostrar o luxo da casa em que estavam hospedados e os momentos de curtição do grupo.

Em algumas postagens, ele filma a sala e a varanda da mansão a beira mar e agradece aos seguidores. "Isso só está acontecendo na minha vida graças a vocês", disse.

Em os vídeos do passeio, o vereador também mostrou o momento em que Burguês precisou ser atendido em um hospital da cidade. O colega parlamentar aparece em uma maca, com um machucado na canela e diz que o ferimento foi causado por uma "pedra".

"Não tem coisa melhor do que o Sus [Sistema Único de Saúde] no Brasil. Cheguei na recepção, já me atendeu, me colocou aqui e me costurou. Estou pronto para outra", diz Burguês a Bim da Ambulância.

Histórico

Rubens Gonçalves de Brito, mais conhecido como Bim da Ambulância, foi reeleito em 2020 para o terceiro mandato de vereador em Belo Horizonte com 6.022 votos.

Ele tem como reduto eleitoral a região de Venda Nova e também é conhecido pela empresa de resgate de urgência e emergência que tem. O político também se declara "coach motivacional".

Em janeiro de 2017, o parlamentar foi preso e indiciado pela Polícia Civil após pousar com um helicóptero em uma praia de Guarapari, no Espírito Santo. Na época, ele teve a licença de piloto cassada.

* Estagiário sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas