Minas Gerais Chuva desaloja auxiliar que perdeu a irmã em inundação há três dias

Chuva desaloja auxiliar que perdeu a irmã em inundação há três dias

Família é uma das 50 que precisaram deixar suas casas após temporal atingir a cidade de Matozinhos, na Grande BH

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Alda André precisou deixar a casa com a família, em Matozinhos (MG)

Alda André precisou deixar a casa com a família, em Matozinhos (MG)

Reprodução / Record TV Minas

Três dias depois de perder a irmã em uma inundação causada pela chuva, a auxiliar de serviços gerais Alda André foi desalojada após um novo temporal atingir a casa da família, em Matozinhos, na região metropolitana de Belo Horizonte, nesta quarta-feira (17).

Alda lembra que o terreno do imóvel onde a irmã morava no bairro Liberdade foi tomado pela água. A mulher teria entrado na enxurrada e ficado preso. Um vizinho conseguiu entrar no poço de água formado, mas encontrou a vítima já desacordada. Ela completaria 44 anos nesta quarta-feira.

— Chamamos o Samu, que veio aqui, tentou reanimá-la, mas ela não resistiu.  Infelizmente minha irmã perdeu a vida aqui.

Inundação

Além de Alda, quase 50 famílias ficaram desabrigadas com a inundação desta madrugada. O grupo foi levado para uma escola da cidade e a prefeitura prometeu repassar um auxílio aos atingidos.

De acordo com moradores da região, a situação é recorrente e, em alguns locais, o nível da água chega próximo ao teto das casas. No início da manhã, a prefeitura havia isolado 10 residências, e o número foi aumentando à medida que agentes realizam vistorias nos imóveis.

De acordo com o chefe da Defesa Civil Municipal, Agnaldo Pereira, os alagamentos no bairro são causados por um fenômeno natural, com o encontro das águas da chuva e do lençol freático. Segundo Pereira, os desalojados serão cadastrados em um programa de aluguel social da prefeitura, que prevê a realização de obras na região.

— Está em licitação a drenagem que vai tirar um pouco da água que chega ao bairro Liberdade. Vamos trabalhar agora para retirar as famílias e fazer um cercamento para evitar que as pessoas cheguem até esse local.

* Estagiário sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas