Minas Gerais Confusão entre 200 torcedores de Galo e Cruzeiro deixa feridos

Confusão entre 200 torcedores de Galo e Cruzeiro deixa feridos

Atleticanos comemoravam o aniversário de uma organizada quando foram surpreendidos por torcedores rivais; confusão foi em Contagem (MG)

  • Minas Gerais | Virgínia Nalon, da Record TV Minas, e Célio Ribeiro*, do R7

Uma briga entre integrantes de torcidas organizadas do Atlético e do Cruzeiro, na madrugada de quinta-feira (12), deixou ao menos duas pessoas feridas. A confusão aconteceu no bairro Cidade Industrial, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo a Polícia Militar, torcedores do Atlético comemoravam o aniversário de 36 anos de uma organizada em um espaço de festas na região. No fim do evento, eles foram surpreendidos por um grupo de membros de uma organizada do Cruzeiro.

Eles arremessaram pedaços de pau e pedras nos carros estacionados e nos torcedores do Atlético que deixavam o local. Vários veículos ficaram danificados, inclusive o de pessoas que nem estavam na festa. Uma testemunha, que prefere não se identificar, afirma que um dos torcedores do Cruzeiro tentou invadir o carro onde ele estava.

— Ele chegou na porta do carro e tentou abrir de todo jeito. Eu ainda falei que não tinha nada a ver com a situação, que estava saindo de outra festa e pegando um carro de aplicativo. Ele quase quebrou o carro.

Polícia Militar ainda não identificou suspeitos

Polícia Militar ainda não identificou suspeitos

Reprodução / Record TV Minas

Uma equipe da polícia chegou ao local momentos depois e encontrou, além dos itens usados para a agressão, dois jovens feridos, sendo que um deles estava bastante machucado. O que tinha o estado mais grave foi levado ao Hospital Municipal de Contagem, enquanto a outra vítima foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento JK. Eles estão em observação.

Veja: Briga entre torcedores de Galo e Sport em BH deixa dois feridos

A Polícia Militar fez buscas na região, mas, até o momento, nenhum suspeito foi identificado. Tudo indica que o confronto tenha sido mesmo uma briga de torcidas rivais. Uma das testemunhas da confusão afirma que não consegue entender como um esporte pode causar tanto desentendimento.

— Não faz sentido nenhum querer defender o seu time e quase morrer por causa disso.

Últimas